Artigos

0Comentário

Impeachment da presidente Dilma junto à Frente Parlamentar da Agropecuária

Por José Luiz Tejon às 02:45:19

  Impeachment da presidente Dilma junto à Frente Parlamentar da Agropecuária

Nenhum dos 200 deputados e senadores, que compõem a Frente Parlamentar da Agropecuária, está saudando a mandioca. Entraram, em 11 de novembro, à tarde, com um pedido de impeachment da presidente Dilma, com base nas pedaladas fiscais. Descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

O pedido foi protocolado e encaminhado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) disse que o motivo dessa decisão é “não suportar mais a indefinição política em que se encontra a nação, enquanto a crise alcança proporções inimagináveis.”

 

A Frente Parlamentar da Agropecuária, dessa forma, termina com a sua indecisão sobre o tema. Ela aguardava que o deputado Eduardo Cunha colocasse em votação a Pec-215, que extrai da Funai o poder sobre novas reservas indígenas sem aprovação do congresso, mas o deputado Eduardo Cunha não colocou o tema da Pec dos índios em votação, e os caras pálidas decidiram colocar essa questão em segundo plano e se uniram no impeachment da presidente.

 

Quer dizer, são 200 deputados e senadores, da Frente Parlamentar da Agropecuária, decididos sobre o impeachment da presidente. Quer dizer, o assunto está decidido no campo politico do campo.

Publicado por

José Luiz Tejon

José Luiz Tejon Ver artigos publicados

Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especializaç&...

jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

Comentários

Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia