Artigos

0Comentário

Agronegócio: criatividade e superação

Por José Luiz Tejon às 04:15:38

Agronegócio: criatividade e superação

Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM
 
2017 será um ano que vai exigir muita criatividade, inovação e superação. Isto significa acima de tudo capacidade de aprender a aprender. E criatividade é o insumo mais barato do mundo. Não custa nada, basta  pensar, concentrar, observar, reunir as melhores coisas que você observa, e integrar ao seu desafio, ao seu negócio.
Pesquisas revelaram que 97% das empresas mais bem sucedidas no mundo não são as que inventaram primeiro, foram as que captaram, replicaram, adaptaram e agiram com velocidade. Ou seja, foco e prontidão para criar e inovar.
O mundo vive agora uma crise globalizada, não espere moleza nem zona de conforto, tenha a certeza da volatilidade do câmbio, da incerteza das trocas comerciais, dos preços das commodities. Não espere lucidez e bom senso dos grandes comandantes do planeta, como Trump, Putin, novos governos nacionalistas ou protecionistas europeus. 
Da mesma forma, não acredite que um ser transcendental irá se materializar em Brasília e transformar toda a guerra de poderes, o jogo dos egos, a imoralidade e a fragilidade da ética  numa poção mágica de ordem e progresso.
Sendo assim, busque a sabedoria dos sábios. No agronegócio, o cooperativismo passa a ser coisa sagrada. Ninguém tem futuro sozinho, e se você não aprender estará incapacitado. Sistemas de integração são sábios, inovações como integração lavoura e pecuária. Não perca tempo, aprenda, diversifique e comece. Você ficará menos exposto a uma commodity só, e vá adiante, integre com floresta, com aquacultura. O pescado, por exemplo, vai crescer e já temos tecnologia e bons sistemas de aquanegócios.
A madeira continuará sendo demandada, na borracha o Brasil carece de autosuficiência, a palma e o cacau idem. O café deverá agregar valor, vamos vender mais cápsulas e multiplicar por 10 o valor de cada saca de café. E, o açúcar continuará adoçando o mundo bem como o etanol eletrificando novas gerações de automóveis híbridos.
De olho no clima, na sustentabilidade sirva-se do conhecimento de fundações que analisam com métricas as causas e efeitos de ações de sustentabilidade. Fique de olho nos 100 bilhões de dólares do Green Climate Fund.
Se ligue no não desperdício. Use os sensores instalados nas novas máquinas agrícolas, e pare de jogar sementes, adubo e defensivos fora. Na proteína animal, cuide do bem estar e do ambiente dos organismos dos suínos, aves, bovinos de corte e de leite, e diminua o potencial das doenças que começam pelos intestinos. Cuide da nutrição animal e dos nutrientes para a vida dos vegetais. E negocie, negocie muito mais e faça a gestão das cadeias produtivas. Isso sim significa agronegócio.
Em 2017, crie para espantar a crise, supere para fazer mais e melhor tudo o que você já fez um dia. 2017, ano de criatividade e superação. Jamais seremos os mesmos hoje e amanhã.
 
Sobre o CCAS
O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.
O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.
Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.
A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel

Publicado por

José Luiz Tejon

José Luiz Tejon Ver artigos publicados

Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especializaç&...

jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

Comentários

Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia