Artigos

0Comentário

Além da soja, a China virou o grande importador de jogadores de futebol?

Por José Luiz Tejon às 12:49:01

Além da soja, a China virou o grande importador de jogadores de futebol?

Olha só, a China já é o maior cliente brasileiro do nosso agronegócio. Com a queda do minério de ferro, a soja virou nosso item número um de exportação. E o mercado chinês o maior comprador, e assim vai ser paras carnes, milho e produtos do agro nacional. Mas agora, numa virada inesperada, se transforma no maior importador de jogadores de futebol do Brasil?

Conversando com o nosso ilustre Vanderlei Nogueira, do esporte da Jovem Pan, ele me revelava algo espetacular: os clubes de futebol chineses pertencem as empresas. Portanto estão num outro patamar de gestão e de economia e finanças.

O clube onde está Luiz Felipe Scolari é do Jack Ma, esse novo e mega empreendedor, rico, dono do Alibaba, rei do e-commerce global, e o Li Kequiang, primeiro ministro chinês, dizem também, amar o futebol.

Logo, Luxemburgo que já está lá também diz que a China é muito legal e um monte de jogadores irão para lá. E os corinthianos, como dizia o velho sábio Dr. Sócrates, o nosso inteligente jogador, “enquanto não aprendermos a vender o espetáculo, vamos vender os artistas”. Agora a China promete desmontar todo time do campeão brasileiro: hora de joint venture. Não dá mais para termos clubes de futebol vivendo só do mercado local, já era.

Mas voltando aos campos, sim, os chineses são os maiores compradores dos grãos brasileiros do agronegócio e agora também vão dominar o outro campo: de futebol.
Quem diria “MÃO  TSE TUNG”: Se um dia você visse isso?”.

Preocupações no Brasil com a China? Não, creio que os chineses irão desacelerar seus negócios com o nosso agronegócio e como são inteligentíssimos, estão sim querendo pagar menos, e criar desvalorização do Yuan para exportar mais, com sua máquina industrial.

Que o clima nos ajude e que o governo não faça incompetências adicionais as que já fez, e agora mais uma, até bolsa pescador fizeram e agora vão ter que desfazer. Custa 1 bilhão e seiscentos milhões de reais. São 487 mil pescadores que ficarão sem essa bolsa. Eita incompetência: fácil dar, difícil tirar. Cabeça de líder: astúcia chinesa.

Publicado por

José Luiz Tejon

José Luiz Tejon Ver artigos publicados

Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especializaç&...

jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

Comentários

Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia