Artigos

0Comentário

Dá para confiar no agronegócio em 2016, num Brasil onde o vice-presidente não confia na presidente e

Por José Luiz Tejon às 11:42:44

Dá para confiar no agronegócio em 2016, num Brasil onde o vice-presidente não confia na presidente e

Confiança é o fundamento da esperança e como disse Michelangelo, “o mármore bruto carrega a forma de todos os pensamentos dos grandes artistas”.

Dessa forma o agronegócio, como um mármore bruto, pode se transformar numa base confiável para o Brasil e os brasileiros, num ano de exatamente crise de confiança. E por que isso?

Pelos resultados concretos, mesmo num país caindo mais de 3% no PIB em 2015, o agronegócio cresceu. Mesmo com diminuição dos preços das commodities no mundo, o agronegócio cresceu. Mesmo com o real desvalorizado e custos maiores para produzir, o agronegócio cresceu. Mesmo com as eternas dificuldades  de logística e infraestrutura, o agronegócio cresceu e mesmo no país dos impostos e da burocracia que penaliza tudo, inclusive alimentos, o agronegócio cresceu.

Temos realidades concretas competitivas internacionalmente, mesmo sob adversidades, crescemos. Por isso, a confiança traz uma esperança realista para 2016, com o agronegócio brasileiro.

Publicado por

José Luiz Tejon

José Luiz Tejon Ver artigos publicados

Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especializaç&...

jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

Comentários

Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia