Artigos

0Comentário

Enem coloca questão sobre os agrotóxicos como vilão do agronegócio

Por José Luiz Tejon às 05:29:11

Enem coloca questão sobre os agrotóxicos como vilão do agronegócio

O tema agrotóxico é dominado por busca de bruxas para serem lançadas às fogueiras das análises, sem racionalidade científica. O tema, por si só altamente venenoso, para ambos os lados, atacantes e defensores.

Considere, também, que os chamados agrotóxicos ou defensivos agrícolas são produzidos por grandes grupos multinacionais, o que por isso só incita um olhar de ódio ideológico de alguns, e quando odiamos o criador, desejamos matar as suas criaturas. Ou seja, o inseticida, o fungicida, o herbicida.

Vamos buscar o meio dessas emoções, a turma do meio, da razão científica. O CCAS (Conselho Científico para a Agricultura Sustentável) emitiu uma nota explicando: "No último Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) há uma questão que coloca o agrotóxico como vilão. Isso induz, erroneamente, os estudantes sobre o assunto. Ao contrário do que sugere a pergunta, associando o uso de agrotóxicos as desgraças alimentares e à saúde humana, os químicos são analisados no Brasil por três ministérios: Agricultura, Meio Ambiente e Saúde por meio da Anvisa."

Ou seja, este tema, agrotóxicos, engenharia genética, tudo o que significa a ciência e a tecnologia no campo, precisaremos abrir um diálogo direto com a sociedade urbana o mais cedo possível, pois será impossível imaginar alimentar 10 bilhões de seres humanos, e a China agora abrindo a lei para que os chineses tenham o segundo filho, fora do estado da arte científica.

Sobre agrotóxicos, a diferença entre o que mata e o que salva está na dose, na consciência do uso e, sem dúvida, numa integração sistêmica com as melhores práticas conservacionistas. E, claro, recursos humanos preparados para realizar as dosagens e as aplicações em lavouras e animais.

E quanto mais soubermos produzir com segurança orgânicos, biodinâmicos, ótimo. Mas que fique claro: não se trata deste ou daquele. No agronegócio precisamos tanto do nicho, do artesanato rural, quanto da escala intensiva e tecnológica. Finalizo: educação, acima de tudo educação. E viva a Pátria Educadora.

Publicado por

José Luiz Tejon

José Luiz Tejon Ver artigos publicados

Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especializaç&...

jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

Comentários

Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia