Conselheiros


  • Ciro Antonio Rosolem

    Graduado em Agronomia em 1973, mestre (1978) e doutor (1979) em Agronomia-Solos e Nutrição de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP. Cientista Visitante da Universidade da California, Davis, em 1984/85. Foi Diretor do Instituto de Pesquisas Meteorológicas da UNESP e coordenador do Curso de Pós-Graduação em Agricultura da FCA/UNESP. Professor titular da Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP. Foi vice-presidente da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo e é membro do International Plant Nutrition Council. Foi coordenador da área de agrárias da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Agricultura, com ênfase em fertilidade do solo, adubação, fisiologia aplicada, crescimento radicular, sistemas de produção agrícola, rotação de culturas e ciclagem de nutrientes, atuando principalmente nas culturas do algodão, soja, plantas de cobertura e integração lavoura-pecuária.


    Email: ciro.rosolem@agriculturasustentavel.org.br

38 Artigos publicados
  • 19 Jan2017

    A agropecuária brasileira como alavanca ambiental

    Por Ciro Antonio Rosolem, Vice-Presidente de Estudos do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Professor Titular da Faculdade de Ciências Agrícolas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (FCA/Unesp Botucatu).   Temos visto notícias frequentes sobre desmatamento e focos de incêndio, ora na Amazônia, ora no Cerrado, ora em outros lugares. Isso normalmente é notícia porque dizem que está ligado ao aquecimento global. Se for admitido que o aqu...

    Leia mais


  • 01 Jul2016

    Quem paga o pato?

    Por Ciro Antonio Rosolem, Vice-Presidente de Estudos do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS) e Professor Titular da Faculdade de Ciências Agrícolas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (FCA/Unesp Botucatu).    Mais uma vez os alimentos aparecem como vilãos da inflação. Certa vez foi o tomate, depois, alface, batata, até o pobre do chuchu já pagou o pato. Agora parece que será o feijão de cores, junto com o arroz. Se bem que...

    Leia mais


  • 11 Fev2016

    O agronegócio dá samba

    Circula nas redes sociais uma foto com duas placas: Cuidado! Tráfego de Máquinas Agrícolas (comum nos Estados Unidos) ressaltando a importância que a sociedade reconhece nas atividades do agro. Outra placa: Proibido o tráfego de Máquinas Agrícolas, comum no Brasil, indicaria o descaso com a agricultura brasileira. Será mesmo essa a percepção do povo brasileiro? O carnaval não é uma manifestação popular? Interessante que as Escolas de Samba do Rio de Janeiro, que nem aparece com...

    Leia mais


  • 29 Jan2016

    Menor consumo de carne pode piorar o aquecimento global

    Boa parte das emissões de gases de efeito estufa tem sido atribuída à pecuária. Na verdade os números chegam a 15% das emissões totais. Há gente que diz que a pecuária estaria emitindo mais que carros, caminhões e ônibus. Na verdade os dados são baseados em estimativas pontuais, sem levar em conta todo o processo produtivo. Por exemplo, se contabiliza quanto o boi emite, mas não se considera que o boi come capim que fixa carbono. E fixa bastante. Há muitos estudos demonstrando que...

    Leia mais


  • 16 Dez2015

    A conferência do clima e o agronegócio

    Terminou o COP 21, a Conferência da ONU sobre o Clima, em Paris. Foi estabelecido o marco legal para ações de combate às mudanças climáticas, a fim de conter o aquecimento global a 1,50C até 2100, em documento subscrito por quase 200 países. Não é pouco. Trata-se de meta considerada muito audaciosa, apesar de alguns ecologistas de plantão ainda não estarem satisfeitos. A maior parte das notícias dá conta de que nossa ministra Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, teve papel prot...

    Leia mais


  • 15 Out2015

    Alimentando o mundo e o Brasil

    Todos sabem a potência agrícola que o Brasil se tornou de modo que boa parte do aumento de produção de grãos que será necessário nas próximas décadas dependerá do desempenho brasileiro. Isso não se discute mais. Entretanto, na semana mundial da alimentação, é interessante voltar o olhar para os nossos produtos básicos, presentes na mesa de muitos brasileiros de todas as classes econômicas. Sabemos que produzimos divisas e que a agricultura vem mantendo o País. Mas, estarí...

    Leia mais


  • 01 Out2015

    Semeadura direta: onde estamos?

    Quando nossos ancestrais Neolíticos começaram a cultivar hortas próximas às residências, na transição de caça/coleta para agricultura, faziam furos na terra, ou “arranhavam” a terra com instrumentos de madeira. Assim, enterravam as sementes. As primeiras ferramentas eram constituídas de uma armação sustentando uma estaca de madeira. Com a domesticação de animais como os bois de tração, ao redor de 6.000 AC, na Mesopotâmia, a tração humana foi substituída pela tra...

    Leia mais


  • 14 Set2015

    Cultivar plantas de cobertura com incentivo? Onde?

    Plantas de cobertura são espécies vegetais utilizadas, normalmente na entressafra, para se conseguir melhor conservação do solo e produzir palha para uma boa semeadura direta. É impossível se conseguir semeadura direta de qualidade sem palha. O Brasil é o País com a segunda maior área em semeadura direta, no mundo. Iniciativa de quem? De muitos agricultores, preocupados com a conservação de seu bem maior, a terra. Enquanto a agricultura produtiva, econômica é demonizada por muitos...

    Leia mais


  • 26 Ago2015

    Paracelsus e os venenos

    É incrível como muitas pessoas, e a mídia em geral, tratam como venenos.....os defensivos agrícolas. Será que os antibióticos, os medicamentos que tomamos quando necessário, seriam também venenos? Afinal o que é um veneno? Paracelsus (ou Aureolus Philippus Theophrastus Bombastus Von Hohenheim – que viveu entre 1493 e 1541), tido por muitos como o pai da toxicologia, lançou o conceito de que o veneno depende da dose. Ou seja, tudo é veneno e não é veneno, dependendo da dose....

    Leia mais


  • 29 Mai2015

    Embutidos

    Você sabe o que é custo de compliance? Belo nome! Deve ser assim uma coisa como um carrão, caro, vistoso, potente. Ou um novo modelo de colhedeira. Talvez um primo do GPS. Só que é um pouco pior: trata-se dos custos incorridos para cumprir a legislação, seja tributária, trabalhista, ambiental, ou seja, custo “embutido”. Nem sempre levado em conta pelos produtores rurais. Mas estão lá! A Scott Consultoria estima que pode variar de R$ 150,00 a pouco mais de R$ 500,00 por he...

    Leia mais


  • 05 Jan2015

    Bom dia, Chicago!

    “Bom Dia! Como está Chicago?”. Essa tem sido a saudação entre sojicultores ultimamente. A cada respiro do clima nos Estados Unidos, a cada ajuste na previsão de produção de algo próximo de 100 milhões de toneladas de soja lá pelas bandas da América do Norte, algumas centenas de agricultores brasileiros passam do verde para o vermelho. Estaríamos iniciando um ciclo de baixos preços de commodities? Alguns economistas dizem que sim. Os preços internacionais dos produtos...

    Leia mais


  • 17 Out2014

    Desenvolvimento agrícola: ainda o caminho mais curto

    O índice Gini que mede a desigualdade de renda está estagnado no Brasil nos últimos três anos. Este é dos grandes problemas brasileiros. Apesar do que alardeia o governo, os programas de transferência de renda não tem mais sido suficientes para melhorar a desigualdade no País. Segundo especialistas, a desigualdade não diminui porque faltam empregos. Emprego significa renda, significa diminuição na desigualdade. Assim, é urgente a criação de oportunidades de trabalho. De há muito...

    Leia mais


  • 22 Jul2014

    Eleições e agricultura

    Apesar do aborrecimento pela propaganda gratuita no rádio e TV, uma eleição, com a possibilidade de mudança, traz esperança. Uma chance de trocar pessoas, pensamentos, objetivos, enfim, mudança de políticas públicas. A agricultura brasileira precisa disso. E a urgência vai muito além do problema de logística, já bem conhecido. A agricultura tem, de muito, sido a âncora econômica brasileira. Cresceu embalada por novas tecnologias, novos investimentos, por vezes com preços interna...

    Leia mais


  • 18 Jun2014

    Biotecnologia para quê?

    A questão dos transgênicos é recorrente. A cada suspiro do clima ou da economia o assunto volta à baila, toma conta da mídia, pulula no YouTube. Já foi dito que é muito fácil desenhar uma espiga de milho com cara de demônio, mas é muito mais difícil explicar, cientificamente, porque a soja, milho, algodão e outros transgênicos são seguros. A explicação é mais técnica, longa e não cabe em um cartaz. Vivemos a era do instantâneo. Vamos então olhar para um outro lado. Do p...

    Leia mais


  • 27 Fev2014

    O apagão logístico, a seca e o futuro

    Enfim aparece uma luz para resolver o apagão logístico agropecuário. É simples: vem a seca. O seguro agrícola é ridículo. Outorga de água para irrigação, nem pensar! O agricultor não consegue pagar a conta, não planta mais. Resolvido o problema! Em pouco tempo não haverá mais o que transportar. Afinal, para que perder tempo com essa tal agropecuária que sabe muito bem se virar? O governo tem coisas muito mais importantes a fazer: financiamentos para índios e quilombolas, bater...

    Leia mais


  • 11 Nov2013

    ONDE ESTÁ O GOVERNO?

    Novamente a ANVISA divulgou as hortaliças contaminadas por agrotóxicos. O governo condena a si mesmo, anualmente, divulgando essas notícias, retrato da sua própria incompetência. Onde está o Projeto de Minor Crops, que todos os produtores e empresas de defensivos esperam que seja regulamentado? Deve estar engavetado em algum lugar. O governo deve sim, fiscalizar a qualidade dos alimentos. Mas, antes disso, precisaria fazer a lição de casa: avaliar os projetos ou ações que deveri...

    Leia mais


  • 21 Out2013

    ORGÂNICO É SUSTENTÁVEL?

    Está nos jornais: “Criticada, Dilma lança plano sustentável”. Como uma resposta a críticas que vem recebendo por não se posicionar a respeito de um suposto “retrocesso ambiental”, o governo divulga o lançamento de um programa de agroecologia e produção orgânica. São mais de 8 bilhões de reais, que serão liberados até 2015, resultado de pressões do MST, Associação Brasileira de Agroecologia, Contag e outros. Dizem que houve um “diálogo intenso&rdqu...

    Leia mais


  • 18 Jul2013

    A CIÊNCIA E O DESENVOLVIMENTO: O ÓBVIO QUE DEVE SER LEMBRADO

    Um país só se desenvolve se tiver ciência sólida que se transforme em tecnologia empregada pelo setor produtivo. Isso tem sido sobejamente demonstrado. Infelizmente, essa é uma das crítcas que se faz ao sistema brasileiro de ciência e tecnologia – o número de patentes é muito baixo, por qualquer parâmetro que se considere. Assim, nossa dependência tecnológica é muito grande. Uma demonstração simples de nossa colocação na ordem mundial do conhecimento, ciência e tecnolog...

    Leia mais


  • 17 Jun2013

    A OPÇÃO PELA COMIDA

    Recentemente foram publicados, na revista Science, resultados de um estudo desenvolvido por cientistas de diversos países, ligando o declínio da civilização Maia a uma mudança climática que resultou em secas importantes na região. Apesar de terem disponível um sistema de irrigação invejável. Com isso a produção agrícola declinou e a então super desenvolvida civilização entrou em colapso. Parece que a história foi mais ou menos assim: o declínio da produção agrícola, e a c...

    Leia mais


  • 21 Mai2013

    DE QUE VALE A TECNOLOGIA?

      A tecnologia agrícola brasileira é sucesso. Mérito da pesquisa agrícola e dos agricultores. Muita gente. Muita pesquisa. Em números, a produtividade de soja, pouco maior que 2.100 kg ha-1 no anos 90, chega a 3.060 kg ha-1 atualmente. Esse avanço aliado aos preços internacionais favoráveis gera uma expectativa de renda alta. Nas cidades, o comércio começa a calcular o faturamento, o aumento do negócio, um futuro melhor. Será? O custo de produção na fazenda cresceu bem acima...

    Leia mais


  • 02 Mar2013

    De quem é o meio ambiente?

    De acordo com o conselheiro do CCAS Ciro Rosolem, aprodução de matérias primas, alimentos e agroenergia, utilizando técnicas agronômicas adequadas, cumpre a função social da terra, pois produz bens fundamentais à sociedade, respeita o ambiente e gera empregos e renda aos trabalhadores e agricultores. Mas como fica essa função social já que será diminuído em diversos graus o bem-estar dos proprietários e trabalhadores? Em resposta a esta e outras perguntas, Rosolem escreveu este a...

    Leia mais


  • 13 Fev2013

    O AGRO CHEGOU NA AVENIDA

      O desenvolvimento industrial, tecnológico e urbano tem norteado a vida das pessoas e as decisões dos governos nos últimos séculos. De fato, a conquista da Lua, novas máquinas, aparelhos, controles-remotos, robôs, a terceira dimensão na TV são fascinantes. Em todo o mundo, por muito tempo, a produção de alimentos e fibras foi ofuscada pelos encantos urbano-tecno-industriais. Era como se a comida e a vestimenta aparecessem como que por mágica, uma dádiva da natureza. “Em s...

    Leia mais


  • 08 Jan2013

    MAIS LEI, MENOS EMPREGO, MENOS TÉCNICA, MENOR SUSTENTABILIDADE

      As relações de trabalho no campo são regulamentadas pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), da mesma forma que na cidade. Mas, além da CLT, existe a NR 31 (Norma reguladora 31), de março de 2005, tem por objetivo estabelecer os preceitos a serem observados na organização e no ambiente de trabalho em áreas rurais. Ali são definidos uma série de procedimentos, cuidados e normas. Por exemplo, a distância entre colchões de beliche deve ser de, no mínimo, 110 cm, ou ainda,...

    Leia mais


  • 02 Jan2013

    INTEGRAÇÃO, LAVOURA-PECUÁRIA, FLORESTA?

      Os diversos tipos de Integração Lavoura-Pecuária (ILP), ou Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) são o mais recente e significativo avanço na agricultura tropical. A integração agrega valor ao trabalho do agricultor, melhora sua vida econômica, diversifica a atividade agrícola, diminui as variações de produtividade de safra para safra, é muito recomendável do ponto de vista da sustentabilidade do sistema, uma vez que pode melhorar o solo, diminuir perdas de nutriente...

    Leia mais


  • 11 Dez2012

    O boi bandido ou mocinho?

    É uma conta relativamente simples: cada boi (que as vacas me perdoem o machismo, mas vou chamar todo mundo de boi mesmo) emite aproximadamente 57 kg de metano (CH4) por ano, em média; isso vezes 200 milhões de cabeças, se chega a um número enorme (11,4 milhões de t), equivalente a 63 % do metano emitido no Brasil, ou 48 % dos gases de efeito estufa. Por essas contas, cada kilo de carne consumida equivaleria 300 kg de gás de efeito estufa emitidos. Assustador, não? Verdade? Mais ou meno...

    Leia mais


  • 20 Nov2012

    Agricultura e biodiversidade

      De acordo com o conselheiro do CCAS, Ciro Rosolem, “o desenvolvimento agrícola, utilizando técnicas adequadas em áreas já em uso, pode contribuir mais para manter a biodiversidade, uma vez que os alimentos, matérias primas e agroenergia terão que ser produzidos em áreas já desmatadas ou não”. Saiba mais sobre a opinião de Rosolem sobre os temas agricultura e biodiversidade clicando no link a seguir para conferir o seu artigo: http://www.agriculturasustentavel.org.b...

    Leia mais


  • 30 Out2012

    O velho arroz com feijão

      O tema produção de alimentos x produção para exportação é recorrente. Normalmente se confunde agricultura familiar com produção de alimentos para os brasileiros e agricultura empresarial com produção para exportação. A ideologia reza que produzir alimentos para a população é bom,  a produção para exportação é nefasta. A cada movimento dos chamados “setores organizados da sociedade” essa discussão vem à tona. A hedionda agricultura empresarial, além de...

    Leia mais


  • 29 Out2012

    O canarinho voltou

      Nesse interessante artigo, o conselheiro do CCAS Ciro Rosolem faz um paralelo entre sua história e o desenvolvimento da agricultura no país. Ele retrata a evolução de nosso conhecimento e sua relação direta no uso racional de produtos menos agressivos à natureza, no desenvolvimento de técnicas para uma agricultura competitiva, econômica e sustentável.  Confira! http://www.agriculturasustentavel.org.br/artigos/o-canarinho-voltou

    Leia mais


  • 24 Out2012

    Sistemas de produção agrícola: obstáculos a serem vencidos

      De acordo com o conselheiro Ciro Rosolem“Um sistema de produção agrícola deve ser sustentável”. Para ele, antes de mais nada, o sistema deve ter sustentabilidade econômica, o que permitirá, como conseqüência, investimentos para se conseguir sustentabilidade social e ambiental. Para ler um pouco mais sobre o sistema de produção agrícola e os entraves enfrentados no setor atualmente, confira o artigo do conselheiro: http://www.agriculturasustentavel.org.br/artigos/s...

    Leia mais


  • 15 Out2012

    Os obstáculos a serem superados pelo Agro

      Um sistema de produção agrícola deve ser sustentável. Antes de qualquer coisa, deve ter sustentabilidade econômica, o que permitirá investimentos para se conseguir sustentabilidade social e ambiental. Sistemas de produção como o de Integração Lavoura-Pecuária, ou mesmo Integração Lavoura-Pecuária-Floresta representam a evolução mais recente da agricultura. Embora a utilização de maior número de espécies forrageiras se constitua numa evolução do sistema de produçã...

    Leia mais


  • 27 Set2012

    Quanto vale o ambiente?

    Parece ponto pacífico que: se a sociedade como um todo se beneficia da conservação do ambiente ou dos serviços ambientais, é a sociedade quem deve pagar pelo serviço, não o agricultor. Esse ponto ainda está obscuro em toda discussão do Código Florestal brasileiro, uma vez que o ônus parece que recairá nos produtores rurais. Por exemplo: quem pagará pela recomposição da reserva florestal e matas ciliares que foram legalmente cortadas?  Isto não está certo. Olhemos para um ex...

    Leia mais


  • 13 Ago2012

    De quem é o ambiente?

    É definida na Constituição Federal a função social da terra, que é cumprida quando os seguintes requisitos são atendidos: a) aproveitamento racional e adequado; b) utilização adequada dos recursos naturais disponíveis e preservação do meio ambiente; c) observância das disposições que regulam as relações de trabalho e d) exploração que favoreça o bem-estar dos proprietários e dos trabalhadores. A produção de matérias primas, alimentos e agroenergia, segundo técnicas...

    Leia mais


  • 10 Jul2012

    Esquenta ou não esquenta? E o que a agricultura tem com isso?

    Nos últimos meses tem se acirrado o debate sobre o aquecimento da atmosfera. Recentemente, James Lovelock, um dos principais cientistas a elaborarem a teoria de que a emissão de gases para a atmosfera resultaria em aquecimento global revisou suas previsões iniciais, concluindo agora que o aquecimento não está acontecendo na intensidade inicialmente prevista. Um grupo de cientistas sempre argumentou que estávamos em um ciclo de aquecimento e agora estaríamos entrando em um ciclo de esfri...

    Leia mais


  • 20 Jun2012

    AGRICULTURA E BIODIVERSIDADE

    Quando se discute biodiversidade, Amazônia, pecuária e agricultura são temas normalmente recorrentes. A noção que se alardeia é a de que o desenvolvimento da agricultura e da pecuária ameaça a Amazônia, a biodiversidade do Brasil e a vida no mundo como conhecemos. Será? Pesquisa publicada recentemente na revista científica Nature estudou a cadeia produtiva de 15 mil produtos e procurou determinar como o consumo em um país afeta a biodiversidade em cada local, mundialmente. Conclu...

    Leia mais


  • 11 Jun2012

    O CANARINHO VOLTOU

    Dizem que a gente deixa a roça, mas a roça não deixa a gente. Nasci e passei minha primeira infância no sítio. A casa ficava perto de um pasto e tinha um belo pomar na porta da cozinha, muito comum na época. Logo de manhã, uma das diversões era espantar os canários da terra que alegravam a paisagem com seu canto. Outro passatempo era caçá-los (naquele tempo não era crime, nem politicamente incorreto) para que, na gaiola, cantassem por mais tempo e mais perto. Bons tempos. Fui cre...

    Leia mais


  • 24 Mai2012

    SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA: OBSTÁCULOS A SEREM VENCIDOS

    Um sistema de produção agrícola deve ser sustentável. Antes de mais nada deve ter sustentabilidade econômica, o que permitirá, como conseqüência, investimentos para se conseguir sustentabilidade social e ambiental. Sistemas de produção com Integração Lavoura-Pecuária, ou mesmo Integração Lavoura-Pecuária-Floresta representam a evolução mais recente da agricultura. Embora muitos aspectos estejam ainda para serem descobertos, aprendidos, entendidos para a melhoria do sistema, m...

    Leia mais


  • 07 Mai2012

    CALOR INSUPORTÁVEL E FOME

    O que temas aparentemente tão diferentes como aquecimento global e produção de alimentos podem ter em comum? Há algo que possa ser feito que resulte em melhorias nesses dois aspectos? Sugiro pensarmos em como a agricultura – uma das atividades econômicas mais importantes no Brasil - pode e deve contribuir para a solução desses dois problemas. Segurança alimentar, mais do que socorro emergencial às populações com deficiência nutricional, implica em se praticar uma agricultur...

    Leia mais


  • 19 Abr2012

    CÓDIGO FLORESTAL: METAS E MÉTODOS

    Toda a discussão sobre modificações no Código Florestal Brasileiro tem gerado mais calor que luz. A discussão tem sido, por vezes, parcial e superficial, sem refletir a realidade e a necessidade de nosso país e de nosso planeta. Afinal, qual o objetivo de um Código Florestal? Proteger o quê e para quem? Proteger de quem?  Entendo que se procura preservar a água, o clima e, consequentemente, as espécies existentes e a biodiversidade. No entanto, o estabelecimento arbitrário de largu...

    Leia mais


Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia