Conselheiros


  • José Luiz Tejon

    Dirige o Núcleo de Estudos de Agronegócio da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing. Mestrado em Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie, Doutorando em Ciências da Educação. Especialização em Agribusiness na Harvard Business School, e Marketing na Pace University – Estados Unidos. Comentarista da Rede de Radio ESTADÃO ESPN, com a coluna DESVENDANDO O AGRONEGÓCIO. Prof. de Pós Graduação da FGV – São Paulo. Membro do Conselho efetivo da ABMRA – Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegocio. Presidente da TCAInternacional; consultor, palestrante internacional, autor de 27 livros. Foi Diretor de Marketing Corporativo da AGROCERES S/A, Executivo da JACTO S/A, fundador e ex Presidente da ABMRA; e Diretor do Grupo ESTADO, do Jornal O Estado de S Paulo. Co-autor dos livros : Marketing & Agribusiness (Atlas) e Marketing & Agronegócio – a nova gestão; diálogo com a sociedade (Pearson).


    Email: jose.tejon@agriculturasustentavel.org.br

140 Artigos publicados
  • 20 Mar2017

    Urgente, a crise da carne exige um próprio porta-voz

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.   Aconteceu. O fiscal agropecuário federal Gouvea, insatisfeito com o que acontecia no seu trabalho, delatou e entregou um esquema para a polícia. O sindicato dos auditores e fiscais agropecuários já se pronunciou como tendo sido, também, responsável por essa entrega!    Outros segmentos da carne se manifestam....

    Leia mais


  • 08 Fev2017

    Meritocracia sim, politocracia não

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.   Muito tem se falado sobre a importância da meritocracia nos cargos de direção de órgãos e empresas públicas, o CEAGESP que exige agora um presidente competente, indicado pela meritocracia e não pela politocracia, indicação política. Agora outra categoria se rebela e quer ver a meritocracia nos cargos das superintendências dos auditores...

    Leia mais


  • 01 Fev2017

    Agronegócio: criatividade e superação

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM   2017 será um ano que vai exigir muita criatividade, inovação e superação. Isto significa acima de tudo capacidade de aprender a aprender. E criatividade é o insumo mais barato do mundo. Não custa nada, basta  pensar, concentrar, observar, reunir as melhores coisas que você observa, e integrar ao seu desafio, ao seu negócio. Pesquisas rev...

    Leia mais


  • 25 Jan2017

    Desperdício de alimentos e fome

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.   Custo de vida e inflação tem ligação direta com o desperdício, mas parece que não, por que o que desperdício de alimentos fica invisível, ninguém vê. Essa economia invisível do desperdício, quando olhamos para as estatísticas ficamos estarrecidos com a brutalidade desses dados. A batata é considerada a cultura alimentar mais importa...

    Leia mais


  • 18 Jan2017

    Educação: devo ou não estudar?

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.    Ano Novo e fica sempre a questão da educação: devo ou não devo estudar? O brasileiro oferece MBAs e Pós-Graduação em distintas áreas da formação do agronegócio, desde programas de Food Design, em uma ponta, dos chefs de cuisine, até especializações em genética, mecanização agrícola, ou MBAs internacionais. O interessante nos p...

    Leia mais


  • 12 Jan2017

    Samba da Imperatriz enaltece o Xingu e discrimina produtores rurais brasileiros

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM.    “Discriminação é uma atitude em que um grupo busca excluir outro grupo do convívio social. Toda discriminação vai contra os direitos humanos fundamentais”. A incompetência floresce na lei dos detalhes. Por isso liderança será sempre o cuidado com as pontas que escapam nos sagrados detalhes das implementações. O samba da Impe...

    Leia mais


  • 03 Jan2017

    Balanço do agronegócio

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.   O valor bruto da produção agropecuária em 2016 foi de quinhentos e vinte e três bilhões e seiscentos milhões de reais. Em 2015 o valor bruto da produção agropecuária foi ligeiramente maior, atingindo quinhentos e trinta e três bilhões e cem milhões de reais. Em 2016 foi o segundo maior valor bruto da his...

    Leia mais


  • 29 Dez2016

    A baixa competitividade do Brasil

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Tem sido alertado que um dos maiores obstáculos para o agro nacional será a baixíssima competitividade do Brasil e da indústria brasileira. E é fácil de entender. O maior cliente do agro nacional é a China, porém o maior inimigo da indústria nacional é a China. De um lado a CNA (Confederação Nacional...

    Leia mais


  • 28 Dez2016

    Sem comunicação não há evolução

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.   Os líderes do agronegócio hoje concordam que precisamos dialogar muito mais com a sociedade urbana, pois sem isso não teremos aderência nas necessidades de priorização de toda essa macro atividade que se revela como vocação e potência nacional. Os 25% do PIB (Produto Interno Bruto) ainda muito baixo peran...

    Leia mais


  • 26 Dez2016

    Um estímulo à competitividade da indústria brasileira

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    A não competitividade da indústria brasileira pode se transformar no maior obstáculo para o progresso do agronegócio brasileiro. O Brasil é considerado um dos países mais fechados no mundo, um grande protetor da sua indústria. Uma pesquisa da Heritage Foundation dos Estados Unidos, que avalia os países q...

    Leia mais


  • 22 Dez2016

    Rastreabilidade: o futuro do agronegócio

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Rastreabilidade significa o futuro do agronegócio e isso está conectado diretamente com segurança alimentar. Todos os anos 76 milhões de americanos são contaminados por alimentos, ou seja, um nível de 26 mil pessoas por 100 mil habitantes. Já na França, muitíssimo menos, 1200 pessoas por 100 mil habitante...

    Leia mais


  • 14 Dez2016

    Uma revolução para o leite e pecuária de corte

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.   Um novo modelo para o bem estar animal começa a ser estudado no Brasil. A Embrapa diz tratar-se de uma alternativa comparada aos modelos utilizados para as vacas de leite, chamados em inglês de compost barn. O que em português seria estábulo de composto. Esse sistema deixa os animais livres, eles saem para pas...

    Leia mais


  • 04 Nov2016

    Qual o seu ritmo para a neurobiologia vegetal?

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.   Como outubro foi o mês das mulheres do agronegócio, vejam só essa notícia hiper sensível que recebemos da China, que além de tudo, significa hoje, o nosso importante e maior cliente do agronegócio brasileiro. Você acredita que plantas sejam sensíveis a música? Aos mantras, por exemplo? Muito bem, uma expe...

    Leia mais


  • 20 Out2016

    Aquacultura: um novo e imenso negócio dentro do agro

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Você já ouviu falar do frango d’água? Assim, um relatório do Rabobank batizou a tendência e a exploração da produção e do consumo de tilápia. A produção global da tilápia tem crescido 11% ao ano ao longo da década passada. Os Estados Unidos são o maior importador e a China o maior exportador, e...

    Leia mais


  • 17 Out2016

    Dia Mundial da Alimentação: não se trata apenas de um dia

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Tivemos ontem o Dia Mundial da Alimentação (16/ de outubro) e comida significa elemento vital para a paz no mundo. A fome não apenas mata, mas cria assassinos, desenvolve vítimas, a tortura, e o sofrimento. Casa onde falta pão todo mundo discute e ninguém tem razão, já dizia o velho ditado. O Brasil apren...

    Leia mais


  • 21 Set2016

    Você já conhece o assunto batizado de Internet das Coisas?

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Você já conhece o assunto batizado de Internet das Coisas? Quer dizer, as coisas passam a dialogar entre si: a panela de pressão diz para o fogão desligar o fogo sem a nossa intervenção; os carros nas ruas conversarão entre si evitando choques e atropelamentos; o liquidificador vai combinar as coisas com a g...

    Leia mais


  • 05 Set2016

    E agora com impeachment de Dilma, como fica o agronegócio?

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    Fica muito bem. Pelo menos essa é a reação da região de Mato Grosso, em Campo Novo do Parecis e Tangará da Serra. Lugares estes onde não havia nada anos atrás e hoje tem elevada tecnologia e cidades com ótima qualidade de vida. Conversei com produtores que se sentem mais seguros com o novo governo Temer....

    Leia mais


  • 15 Ago2016

    Revolução no agronegócio: ILPF

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.   Existe uma revolução no agronegócio iniciando e em andamento no Brasil, chamada de ILPF (Integração Lavoura, Pecuária e Floresta). Isso significa que numa mesma propriedade os produtores vão gerenciar, ao mesmo tempo, a produção de grãos, de vegetais, com gado, a proteína animal, e ainda gerar...

    Leia mais


  • 01 Ago2016

    Produtor Rural merece respeito

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    O artista Chico César está numa encrenca federal com o agronegócio. Sua música Reis do Agronegócio trata os produtores rurais como envenenadores, exploradores e poluidores, de cada palmo de terreno, e maldosos perseguidores dos oprimidos, e dos pequenos produtores. Nessa melodia, num estilo típi...

    Leia mais


  • 01 Ago2016

    Produtor Rural merece respeito

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    O artista Chico César está numa encrenca federal com o agronegócio. Sua música Reis do Agronegócio trata os produtores rurais como envenenadores, exploradores e poluidores, de cada palmo de terreno, e maldosos perseguidores dos oprimidos, e dos pequenos produtores. Nessa melodia, num estilo típi...

    Leia mais


  • 06 Jul2016

    E no país do feijão falta feijão

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.    E uns engraçadinhos passam a brincar e tirar um barato do governo Temer. Inventaram uma hashtag: "Temer baixa o preço do feijão". Sete em 10 brasileiros amam feijão, incluindo o  feijão carioca. E o engano está no anúncio de que vamos importar esse feijão. Impossível, pois esse tipo de feijã...

    Leia mais


  • 05 Abr2016

    Ministra Katia Abreu: continua ou não no governo?

    Ouvindo parte de lideranças do agro, elas acreditam que para o bem do agronegócio seria melhor que sim, a ministra da agricultura ficasse. E isso ela mesma já decidiu, e twitou: “o importante é que na tempestade estaremos juntos”. Admirável e forte mulher, tem uma bela historia de superação e, não posso deixar de ter respeito pela ministra Katia Abreu. Concordo com as lideranças que entendem ser, para o setor, melhor que a ministra Katia continue. Na verdade, todos tem...

    Leia mais


  • 14 Mar2016

    Agronegócio ainda supera crise de 2015

    Com clima adverso, crise no país, custos para produzir crescentes e mesmo com tudo isso o agronegócio supera e vence a crise em 2015. O PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio em 2015 foi de 1 trilhão, 230 bilhões de reais. Repetindo 2014 em faturamento num país que caiu cerca de 4% no seu PIB geral. Deveremos produzir com todos os riscos climáticos do El Nino, trazendo chuvas elevadas no Sul/Sudeste e seca no  Nordeste e parte do Brasil Central cerca de 213 milhões de toneladas, u...

    Leia mais


  • 07 Mar2016

    Vinho é agronegócio

    Vinho é agronegócio e saboroso, e os espumantes também. O Brasil tem produzido espumantes de qualidade internacional e ganhando prêmios na Europa e agora foi criado o Selo Brasil Espumantes. O Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) tem como objetivo mostrar a nós, consumidores, a qualidade dos espumantes brasileiros e, sem dúvida, num país que é tropical, uma das melhores formas para tomar vinhos está no bem gelado espumante brasileiro. Atualmente 80% dos espumantes consumidos no...

    Leia mais


  • 02 Mar2016

    Brasil e dá-lhe milho

    O ex-ministro Alysson Paolinelli foi considerado um dos mais importantes ministros da agricultura na história brasileira e agora completando 80 anos de idade continua atuante. O ex-ministro Paolinelli preside a Associação Brasileira dos Produtores de Milho (ABRAMILHO). E qual a importância do milho? Como dizia outro saudoso líder do agronegócio brasileiro o Dr. Ney Bittencourt de Araújo, “o milho está para o agronegócio assim como o aço para a indústria”. O milho entr...

    Leia mais


  • 22 Fev2016

    Certificação Sensorial: um passo além da rastreabilidade

    Em viagem pela Europa, numa região chamada Francia Corta, na Itália, ao lado de Brescia, são produzidas uvas especiais que se transformam em vinhos e destilados, grapas fantásticas como uma degustei chamada Acquavite de castanha. Imaginem que um hectare de terra aqui custa mais de um milhão e quinhentos mil euros, ou seja, estamos na terra do agronegócio sofisticado, fino e do luxo. Mas, a lição hoje foi a de mergulhar na próxima revolução da gestão do agronegócio chamada Certif...

    Leia mais


  • 16 Fev2016

    Modernidade do agronegócio global

    Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan. Uma pesquisa realizada pela Monday Morning Institute, que tem como parceria a própria ONU, entrevistou 5.500 líderes globais e encontrou as cinco principais soluções para os riscos do mundo contemporâneo. São os riscos: desemprego, pobreza, crises financeiras, fome e desnutrição, emissão de carb...

    Leia mais


  • 26 Jan2016

    A maçã pegou Adão, será que vai pegar os produtores brasileiros?

    A china é hoje o cliente número 1 do agronegócio brasileiro. Soja, milho, carnes e com muito mais para importar, sem contar que, como o Brasil está a venda, portos, rodovias, aeroportos e ferrovias, vamos ver sem dúvida a mão do, por exemplo, banco asiático da infraestrutura, sob comando chinês, aberto semana passada com um capital inicial de cem bilhões de dólares, vamos ver nossos parceiros chineses fortes na nossa infraestrutura. Mas, o que anda preocupando produtores rurais bra...

    Leia mais


  • 18 Jan2016

    Além da soja, a China virou o grande importador de jogadores de futebol?

    Olha só, a China já é o maior cliente brasileiro do nosso agronegócio. Com a queda do minério de ferro, a soja virou nosso item número um de exportação. E o mercado chinês o maior comprador, e assim vai ser paras carnes, milho e produtos do agro nacional. Mas agora, numa virada inesperada, se transforma no maior importador de jogadores de futebol do Brasil? Conversando com o nosso ilustre Vanderlei Nogueira, do esporte da Jovem Pan, ele me revelava algo espetacular: os clubes de fut...

    Leia mais


  • 12 Jan2016

    Balanço geral do agronegócio até agora

    Vamos a um balanço geral do agro: o PIB (Produto Interno Bruno) do Setor em 2015 será de 1 trilhão 230 bilhões de reais. Provavelmente repetindo 2014 num país que deverá cair quase 4%. Deveremos produzir na colheita da safra 2015/2016 cerca de 213 milhões de toneladas de grãos, com uma nova super safra. O cooperativismo brasileiro tem dado demonstrações excelentes de competência, alias quem não tem competência, não se estabelece.  INCOMPETCHMENT: o norte da nossa campanha n...

    Leia mais


  • 11 Jan2016

    Agronegócio pode ser um presente para o Brasil num ano trágico como 2015?

    Sim, o agronegócio é um presente de Natal e ainda mais muito mais um voto de feliz ano novo para 2016. Significa uma esperança realista como insistia dizer Ariano Suassuna. O Brasil fica parado na crise do impeachment, dos que gritam golpe, e dos que se dizem traídos ou jamais confiados. O que não temos mesmo é a palavra confiança. E dentro desse mar trágico, o agronegócio representa uma esperança real de um setor que conseguiu crescer em 2015 e que promete crescer em 2016. Teremo...

    Leia mais


  • 23 Dez2015

    O que o feirante tem a ver com o agronegócio

    Feirantes são parte integrante e admirável do agronegócio. Um feirante representa nas cidades brasileiras aquilo que no passado, muito antigo, cabia ao próprio produtor rural precisar fazer, além de produzir ia nas feiras expor e vender. Hoje o produtor requer profunda especialização, e o feirante talento, vontade e comprometimento, para transformar suas madrugadas em dias de trabalho, montar suas barracas, e alegrar fregueses e freguesas com a disposição da motivação de grandes v...

    Leia mais


  • 22 Dez2015

    Natal da renovação e das esperanças para o agronegócio

    O mundo muda, e as crises não conseguirão ser as mesmas por muito tempo. Isso também não significa dizer que crises acabam. Elas mudam de forma, foco, e dos agentes envolvidos. Mas tem coisas que não mudam jamais. Uma delas está em produzir alimentos. O Brasil em meio a uma das piores crises de confiança da sua história, conseguiu ter no agronegócio um crescimento, e isso fez com que o país e os brasileiros não afundássemos, todos, na inanição da incompetência das lideranças...

    Leia mais


  • 21 Dez2015

    Semana natalina! Muito a dizer do produtor rural brasileiro

    Natal é agronegócio. A manjedoura, o leite, o alimento, a base da vida e os produtores rurais aprendem a viver na intensidade do movimento da vida. Na virada das nuvens, do sol com a chuva, dos El Niños que fazem da seca o alagado e do excesso das chuvas a umidade indesejada, os produtores se viram como o vento os vira. Tem inimigos de todo jeito, as pragas, as doenças, os parasitas, o mato que dá que nem mato. Tem a nutrição dos bichos e a nutrição das plantas, precisam cuidar e z...

    Leia mais


  • 18 Dez2015

    Dá para confiar no agronegócio em 2016, num Brasil onde o vice-presidente não confia na presidente e

    Confiança é o fundamento da esperança e como disse Michelangelo, “o mármore bruto carrega a forma de todos os pensamentos dos grandes artistas”. Dessa forma o agronegócio, como um mármore bruto, pode se transformar numa base confiável para o Brasil e os brasileiros, num ano de exatamente crise de confiança. E por que isso? Pelos resultados concretos, mesmo num país caindo mais de 3% no PIB em 2015, o agronegócio cresceu. Mesmo com diminuição dos preços das commodit...

    Leia mais


  • 17 Dez2015

    Casos como o do João Bumlai, pecuarista, amigo do Lula, preso na Lavajato, impactam o agronegócio?

    Sempre uma macula. Vem com o rótulo de pecuarista. E da mesma forma como uma gota de mercúrio cromo num cálice de água límpida, turva o líquido. Sem dúvida ruim para a categoria que não tem nada a ver com isso. Porém, se formos olhar as categorias, elas andam todas bem manchadas por exemplos nefastos, publicitários, advogados, administradores, banqueiros, esportistas. Porém, o Bumlai vem mesmo da área de empreiteiras. Atuou na Constran, que era do Olacyr de Moraes, o ex-rei da so...

    Leia mais


  • 16 Dez2015

    Impactos da paradeira nacional no agronegócio. O que esperar para 2016?

    Infelizmente Brasília pode parar parte do Brasil, mas felizmente parte do Brasil não é parado por Brasília. E um dos setores que não consegue ser paralisado pelas guerras de facções políticas, ideológicas e corruptivas corruptoras está no agronegócio. E perguntaram-me outro dia: mas o João Carlos Bumlai, amigo do Lula, não é do agronegócio? Mas são as exceções que explicam a regra. Mas são os legítimos produtores rurais brasileiros, das hortaliças e das frutas do dia a d...

    Leia mais


  • 15 Dez2015

    Prêmio do ano do agronegócio: Coamo

    Exatamente e salve a Coamo, a Cooperativa de Campo Mourão, recebe nesta noite, em São Paulo o prêmio de empresa do ano no agronegócio, pela Revista Isto É Dinheiro Rural. Com faturamento de mais de R$ 8 bilhões, performance econômica financeira impecável, e um exemplo de cooperativismo. Num ano de crises morais, éticas, de valores e de integridade , com ausência de caráter em parte das principais lideranças do Brasil, esse prêmio para a Coamo, que reúne mais de 25 mil produtore...

    Leia mais


  • 09 Dez2015

    Como anda a participação brasileira em Paris, na Conferência das Mudanças Climáticas

    O Brasil através de suas entidades ABAG, SRB, GTPS, e Coalizão Brasil Clima Agricultura e Floresta, segue apresentando dados e exemplos nacionais. A Sociedade Rural Brasileira fala que temos a produção mais sustentável do planeta, e com uma legislação trabalhista muito exigente. Também aborda a recuperação de pastagens degradadas e a conversão em sistemas de agricultura de baixo carbono. O Brasil tem 64% de sua área coberta com vegetação nativa e vamos ver a restauração de...

    Leia mais


  • 09 Dez2015

    Carreiras e empregos no agronegócio

    Há uma demanda muito forte por novos talentos nesse novo agronegócio. Uma pesquisa realizada pela Flow com a revista Isto É Dinheiro Rural apontou que o setor passa por uma profunda evolução: 36% dos pesquisados concordam ser muito difícil encontrar profissionais para vagas de liderança no ramo. O agronegócio tem porteiras abertas para, por exemplo, jovens formados em mecanização de agricultura de precisão. Uma alta tecnologia embarcada nos tratores, colheitadeiras, plantadeiras e...

    Leia mais


  • 08 Dez2015

    Gestão de risco dos grandes produtores rurais

    A atividade no agronegócio é cheia de riscos. E qual o número de grandes produtores rurais que tem uma excelente gestão de risco? Poucos produtores rurais tem uma excelente gestão de risco. Vale explicar que gestão de risco é um valor estimado da probabilidade da ocorrência de um fato associado a potenciais perdas ou eventos negativos. Conforme explicita a BMF Bovespa, por exemplo o que ocorre com a cafeicultura neste ano: temos 4 milhões a menos de sacas de café e isso representa...

    Leia mais


  • 07 Dez2015

    Brasil está com a ficha suja na OIC - Organização Internacional do Café

    Parece piada, mas o governo brasileiro não pagou a conta, ou seja, as suas taxas, que deveriam ser pagas para a Organização Internacional do Café, em Londres, representando 77 países. A vergonha cresce de tamanho por ser o Brasil, simplesmente, o maior produtor e exportador mundial de café. E aquele que deveria estar no comando das propostas e das estratégias políticas e de marketing do café mundial. Mas em meio a incompetência gerencial geral que assola o governo nacional, a d...

    Leia mais


  • 04 Dez2015

    Domingo (6/12), em A Hora do Agronegócio, mais líderes do agro em debate

    No próximo domingo, as 7 horas da manhã, continuamos apresentando as perspectivas e tendências do agronegócio, na visão de seis dos maiores líderes do agronegócio. Vamos ver como ficam as questões dos acordos como a Parceria Transpacífica, envolvendo 18% dos nossos negócios do agro, e agora sob acordos onde o Brasil não entrou. Da mesma forma uma Trade Otan, outro acordo em costura envolvendo o Atlântico Norte. No domingo, as 7 da manhã, ouça os impactos que teremos no agron...

    Leia mais


  • 03 Dez2015

    As cooperativas entrando cada vez mais na produção de aves e suínos

    Além da Cooperativa Aurora, de Chapecó, investindo R$ 150 milhões para a compra de um novo frigorífico, para produzir mais 180 mil aves dia, lá na região dos Campos Gerais, o Paraná, já no passado as cooperativas criaram uma marca, a Batavo, que foi vendida anos atrás para a Parmalat e agora pertence a BRFoods. Mas reunidos, de novo, com o mesmo espírito empreendedor cooperativista, a Castrolanda, a Frisia e a Capal estão juntas num novo frigorífico para produção de carne suín...

    Leia mais


  • 02 Dez2015

    Lavoura de café em 3D

    A mistura das tecnologias não só chega ao campo, nas máquinas e equipamentos, mas permite agora levar a lavoura até dentro da casa de um cidadão urbano; ou mais, permite que você possa saborear um café, e acoplando um visualizador no seu celular. Você veja, viaje e tenha as percepções de estar dentro de uma lavoura de café. O Nescafé, da Nestlé, junto com o Google, lançaram um aplicativo Nescafé 360 graus, utilizável nos sistemas Android ou IOS, que o transporta a uma reali...

    Leia mais


  • 01 Dez2015

    Como anda o crescimento populacional dos animais

    Os rebanhos brasileiros têm crescido a além das informações de que já temos mais pets do que crianças nas casas. Vamos dar uma olhada na população animal do agronegócio. Bovinos, a bovinocultura conta com 212,3 milhões de bois e vacas. Cresceu mais 0,3% em um ano. Isso não significa produtividade, nem um bom desfrute. A tendência futura será diminuir o tamanho do rebanho, mas utilizá-lo muito melhor. As aves, temos 1,3 bilhão de cabeças, ou seja, somos um imenso aviário...

    Leia mais


  • 18 Nov2015

    Como atrair o jovem novamente para o agronegócio

    Para o jovem no campo, precisamos de um novo campo. Oportunidades de empreendedorismo. Nos Estados Unidos são destinados cerca de US$ 35 bilhões, neste ano, para promover sistemas agroalimentares locais. Quer dizer, estimular jovens produzindo alimentos saudáveis, nas próprias cidades onde seriam consumidos.   A diversidade de alimentos, com frutas e hortaliças, tem impacto direto na saúde da população. Nos Estados Unidos esse novo módulo de agronegócio gera mais de US$ 12 bilh...

    Leia mais


  • 18 Nov2015

    O consumidor final dos alimentos saberá tudo do lado de dentro de uma fruta, do leite ou do azeite

    E lá vem a tecnologia com sensores que vão mostrar o que não conseguimos ver, como consumidores dos alimentos. Uma start up brasileira, a Fit – Fine Instrument Technology inventou um equipamento com base na ressonância magnética nuclear, que vai revolucionar o agronegócio, o consumo e conectar definitivamente quem produz a quem consome.   Esses equipamentos de ressonância são usados em hospitais e foram, agora, adaptados para análise de alimentos in natura. Esse instrumento...

    Leia mais


  • 18 Nov2015

    A consciência para comer bem vai mudar o agronegócio brasileiro

    Somos o que comemos, diz uma velha filosofia. E quanto mais recebemos informações da qualidade de cada alimento, e quanto mais a tecnologia nos permite saber o que não sabíamos, mais isso vai mudar o agronegócio. Em apenas um ano o consumo de frutas e hortaliças cresceu no Brasil 60%. Agronegócio tem a ver com a busca de qualidade de vida. Mesmo com esse consumo crescente, apenas 24% dos brasileiros comem a quantidade recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) de hortifru...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    Desvalorização cambial de cerealistas e cooperativas

    Carlos Sperotto, presidente da Farsul - Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul e vice-presidente da CNA comentou recentemente em “A Hora do Agronegócio e Agrossociedade” (apresentado por José Luiz Tejon na Rádio Jovem Pan), comentou sobre o risco no seguro sobre desvalorização da moeda que cerealistas e cooperativas precisam fazer, pois estão fechando contratos a futuro de soja, com dólar alto próximo dos R$ 4,00. Mas, segundo Sperottto, esses setores do agroneg...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    Mato Grosso na Expomanagement

    O governador do Mato Grosso esteve em São Paulo. E o que significou para o agronegócio brasileiro? O Mato Grosso hoje representa sozinho cerca de 10% do total de grãos produzidos no mundo, para termos uma dimensão do seu crescimento nos últimos 20 anos. Os números foram apresentados pelo governador do estado, Pedro Taques, em almoço durante a Expomanagement, no Transamérica Expo. Cidades como Lucas do Rio Verde são modelares tanto na tecnologia do agronegócio quanto nas suas estrut...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    Burocracia e os agrotóxicos impróprios para uso nas plantações

    A burocracia costuma ser o corredor da incompetência e das desgraças humanas. A burocracia cria burocratas que criam burocracias, onde mudança e criatividade são abolidas. Logo, a ministra Katia Abreu disse que a partir do dia 25 de novembro vai iniciar  uma campanha para desburocratizar o Registro Experimental Temporário - RET, que tem por missão exatamente o de receber os processos das novas moléculas de produtos defensivos agrícolas, ou agrotóxicos, como foram chamados no Brasil,...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    Agronegócio sofre menos comparativamente no meio da crise brasileira

    O PIB brasileiro deve cair 3% em 2015. E quanto cairia se o agronegócio não estivesse sendo a salvação da lavoura? 5%? Com certeza estaríamos impossibilitados de ficar discutindo corruptos e corrupção, pois o pronto socorro das decisões de ajustes não poderiam esperar um ano, como ocorre agora, por embates político-ideológicos. Aliás, louve-se o empresário José Gallo do Grupo Renner que disse: “onde estão os empresários, precisamos ser protagonistas e ter uma voz de lider...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    Impeachment da presidente Dilma junto à Frente Parlamentar da Agropecuária

    Nenhum dos 200 deputados e senadores, que compõem a Frente Parlamentar da Agropecuária, está saudando a mandioca. Entraram, em 11 de novembro, à tarde, com um pedido de impeachment da presidente Dilma, com base nas pedaladas fiscais. Descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal.   O pedido foi protocolado e encaminhado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) disse que o motivo dessa decisão é “não suportar mais a indefinição polít...

    Leia mais


  • 16 Nov2015

    O que está crescendo no país em meio à crise?

    O agronegócio cresce apoiado pelas exportações e o câmbio do dólar e, com isso, o estado do Mato Grosso. Estivemos com o governador Pedro Taques do Mato Grosso e ele nos informou que aquele estado vai crescer, em 2015, 2,9%.   Metade do Produto Interno Bruto é do agronegócio, e isso permite que a economia mato-grossense... a carne, a soja, o milho e o algodão façam a base do crescimento. Porém, o governador veio a São Paulo para promover e atrair investidores para o Mato Gros...

    Leia mais


  • 05 Nov2015

    Enem coloca questão sobre os agrotóxicos como vilão do agronegócio

    O tema agrotóxico é dominado por busca de bruxas para serem lançadas às fogueiras das análises, sem racionalidade científica. O tema, por si só altamente venenoso, para ambos os lados, atacantes e defensores. Considere, também, que os chamados agrotóxicos ou defensivos agrícolas são produzidos por grandes grupos multinacionais, o que por isso só incita um olhar de ódio ideológico de alguns, e quando odiamos o criador, desejamos matar as suas criaturas. Ou seja, o inseticida, o...

    Leia mais


  • 30 Out2015

    Será possível crescer o agronegócio brasileiro sem abrir mercados para os produtos de parceiros inte

    Reduzir tarifas ou não acessar os mercados, essa a grande questão dos próximos anos. Enquanto o acordo Transpacífico reúne 12 países, comandados pelos Estados Unidos, reduzindo taxas e tarifas nas compras e vendas desse bloco com mais de 800 milhões de consumidores, temos no Brasil o país dos impostos para produção, e das taxas como barreiras para importações. O cliente número um do agronegócio brasileiro hoje é a China. E o vice-ministro do Comércio da China, Wang Shouwen, a...

    Leia mais


  • 29 Out2015

    Quando falamos de agroecologia, orgânicos, biodinâmicos, falamos também de agronegócio?

    Sim, todos os negócios oriundos das atividades do campo estão dentro desse conceito de cadeias produtivas, chamados de agribusiness, e traduzidos como agronegócio. Alguns setores procuram dizer que agronegócio não envolve a agroecologia, os orgânicos, a agricultura familiar, as produções biodinâmicas, mas fazem isso por um desvio ideológico. Associam a palavra agronegócio às atividades de grandes corporações, grandes empresas e grandes propriedades rurais. Entretanto, é abso...

    Leia mais


  • 28 Out2015

    O mundo não tolera custos artificiais nos alimentos

    Enquanto acordos internacionais como a parceria Transpacífico corta custos no agronegócio, como andam obras importantes de infraestrutura no Brasil? Exatamente, os Estados Unidos e mais 11 países celebraram um mega acordo de fronteiras abertas, cortes e diminuições de tarifas para seus negócios internacionais, com impactos na preferência desses mercados aos seus produtos do agronegócio, como carnes, frutas e grãos. Esse fator, o tributário e barreiras tarifárias, significa onde a...

    Leia mais


  • 27 Out2015

    Enxurrada de ilegalidades toma conta do país

    No agro, ou íntima e delicadamente ligada ao agro, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, o deputado Marcos Montes do PSD-MG pede a instalação de uma CPI da Funai. Ele afirma que "a CPI da Funai é importante para esclarecer e mostrar à sociedade brasileira que a instituição não vem cumprindo o seu papel, que é cuidar dos índios, dar bem estar a comunidade indígena". O assunto das demarcações de terras indígenas vem sendo conduzido de forma a promover conflitos ent...

    Leia mais


  • 27 Out2015

    Nova guerra do agronegócio global

    O jogo dessa guerra pelo agronegócio global vai ser jogado nas tarifas, nas taxas, nos acordos diretos entre países e blocos, e na competitividade e produtividade dos governos, muito mais do que na produtividade dentro das porteiras das fazendas. Entramos e entraremos cada vez mais num jogo de negócios internacionais com tarifas zero. O acordo da parceria Transpacífico, envolvendo 12 países, significará mercados e fronteiras abertas ou com boa parcialidade abertas para o movimento das...

    Leia mais


  • 23 Out2015

    Cerveja de café

    O pessoal lá de Guaxupé, onde tem a Cooxupe, a maior cooperativa de café do mundo, inventou uma cerveja diferente. Claro, que tem malte, lúpulos, leveduras, mas tem também café. Chama-se Zug Bier, a Zug Café,  é uma cerveja tipo lager escura  e vem com forte aroma de café. Uma ideia original, criativa e muito inteligente. Afinal o Brasil, maior produtor e exportador mundial de café, precisa e deve ter vários produtos derivados dessa nobre bebida. Experimentamos aqui na Redaç...

    Leia mais


  • 23 Out2015

    Brasil vai vender mais etanol nos Estados Unidos

    Em 2016 deveremos vender mais etanol brasileiro para os Estados Unidos, mais propriamente para o estado da Califórnia. A Califórnia decidiu retomar os padrões de combustível de baixa emissão de carbono no mês passado. A estimativa de Plinio Nastari, da Datagro, um dos melhores analistas do setor do mundo, aponta para uma estimativa de vendermos 908 milhões de litros de etanol para a Califórnia, que vai virar nossa californiaetanolândia. O etanol brasileiro tem uma intensidade de car...

    Leia mais


  • 23 Out2015

    O preço dos alimentos sobe, mesmo tendo safra recorde no Brasil

    Por que os preços dos alimentos sobem, se vamos ter safra recorde no Brasil: Porque a safra recorde está assentada nos grãos, soja e milho. E devemos agradecer, pois se assim não fosse, além de preços explodirem mais ainda, não teríamos os efeitos positivos da entrada de receita com as exportações. Teríamos preços elevadíssimos nas carnes, nos óleos, pois quando comemos um frango, um suíno, estamos comendo 70% de soja e milho embutidos. Estamos tendo  problemas climáticos na...

    Leia mais


  • 23 Out2015

    Metade do consumo de trigo no Brasil é importado

    Nesse domingo a partir das 7 horas da manhã, Tejon aborda dois pontos essenciais para o agronegócio brasileiro, do presente e do futuro, no programa “A Hora do Agronegócio e Agrossociedade”, na Rede Jovem Pan de Rádio. Do presente, uma entrevista com o embaixador Sergio Amaral, presidente da Abitrigo, a Associação Brasileira da Indústria do Trigo, comentando a dependência brasileira de cerca da metade do consumo do trigo ser importado e de como ele vê a melhoria desse ba...

    Leia mais


  • 15 Out2015

    E vem aí a Atix ? Associação Terra Indígena Xingu, certificadora dos produtos indígenas

    Vamos falar de coisas boas, e interessantes, reunindo a viabilização de nações indígenas a partir da possibilidade de acesso a mercados de produções realizadas pelos índios. O Ministério da Agricultura confirmou no mês passado uma Associação chamada Terra Indígena Xingu (Atix). Essa associação está autorizada a funcionar como certificadora. Vai certificar a produção orgânica no parque do Xingu. Nessa área estão reunidas 16 etnias. Ocupam 2,6 milhões de hectares no Mato...

    Leia mais


  • 14 Out2015

    Clima reduz produtividade do café em Minas Gerais

    O Brasil é o maior produtor mundial de café e nesta safra vamos produzir mais ou menos café? Produziremos menos café. No ano passado geramos 45 milhões de sacas de café de 60 kg, e nessa próxima safra a previsão aponta para 43,7 milhões de sacas. O motivo? Clima reduzindo a produtividade em Minas Gerais. E como foi o mercado do café, mês passado, em Nova Iorque? Terminou recuperando perdas nos preços. Fortes chuvas no Brasil e pressão da alta do dólar atuam no jogo das bolsas...

    Leia mais


  • 14 Out2015

    Incentivar a agricultura de baixo carbono. Um agro forte salva o país

    Hoje em dia só o agro salva. Imaginem nessa droga dessa crise toda, se não tivéssemos um agro forte, competitivo e produzindo, abastecendo o mercado interno brasileiro e ainda exportando e evitando uma desgraça completa no país? Muito bem, as propostas do meio ambiente passam por temas importantes para o agronegócio brasileiro. Dois deles geniais, o incentivo à agricultura de baixo carbono, o plano ABC, onde estaremos remunerando produtores rurais, não apenas pela quantidade e qualid...

    Leia mais


  • 14 Out2015

    No Dia Nacional da Pecuária é lançado o guia de práticas sustentáveis

    Hoje é o Dia Nacional da Pecuária. E este setor, ao lado dos grãos, representa um dos fundamentos pelos quais o agronegócio brasileiro consegue, ao mesmo tempo abastecer o mercado interno e vender para o exterior. As exportações de carne de frango, bovina e suína têm crescido em todos os últimos anos, e a produtividade tem permitido colocarmos proteína animal a custos baixos no mercado, a partir da tecnologia que passamos a dominar, em condições tropicais, principalmente nas carn...

    Leia mais


  • 09 Out2015

    Onde anda o estado da arte da tecnologia do agronegócio

    Quem diria, a cidade de Pompeia, no interior do estado de São Paulo, próximo a Marília, está se desenvolvendo um polo nacional de excelência elevada na área da mecanização da agricultura de precisão. No próximo dia 12 de outubro celebramos o dia do agrônomo, do engenheiro agrônomo, e recomendo com veemência, procurem não se afastar, e ao contrário, aproximem-se dessa área da mecanização da agricultura de precisão. Entramos numa era disruptiva,  movida a sensores, e o novo a...

    Leia mais


  • 08 Out2015

    Pra não dizer que não falamos das flores

    No Flower Business, o negócio das flores, tudo são flores. O crescimento esperado nesse setor em 2015 é de 10%. Portanto, num ano crítico brasileiro, as flores crescem. A razão disso está num aumento do profissionalismo no Brasil e inclua-se a exportação. Sim, exportamos inclusive para a Holanda, o reino mundial das flores. Além da Holanda , também para Estados Unidos, Canadá e França. O canteiro maior das flores brasileiras está em Holambra, e Atibaia, mas já aponta para desce...

    Leia mais


  • 02 Out2015

    Produtores gaúchos perdem até 90% das lavouras de trigo com as chuvas

    Gaúchos são grandes  responsáveis pelo sucesso do agronegócio no Brasil todo. Encontramos gaúchos pioneiros e ousados, por exemplo, em todo Cerrado do país, mas hoje falamos aqui do sul mesmo, Passo Fundo, tche. Com um grupo dos melhores  produtores sulinos, sob um modelo inovador e de excelência na gestão, do Grupo Agros, estes mais de 50 produtores, de grande porte com suas famílias e sucessores, obtém uma produtividade média de 66 sacas de soja por hectare, com vários deles...

    Leia mais


  • 02 Out2015

    Imposto na produção de grãos não será aceito por representantes do agronegócio

    No Mato Grosso a Aprosoja - Associação dos Produtores de Soja e Milho do Mato Grosso, que representa cerca de 10% de toda produção de grãos mundial, mobilizaram seus produtores para uma audiência pública nesta semana contra as ideias, que já viscejam por aí, de colocar imposto no grão e abolir a Lei Kandir, a lei que tirou impostos da produção para estimular a agricultura, e que trouxe o sucesso que todos nós assistimos hoje, no setor. O presidente da Aprosoja, Ricardo Tomczy...

    Leia mais


  • 30 Set2015

    Agronegócio com cultura vira agrossociedade

    Em Palmas, Tocantins, ocorreu uma imensa feira do livro, o Salão Internacional do Livro. Uma ação da Secretaria da Educação e Cultura de Tocantins, digna de homenagens e reverências. Afinal Tocantins, estado novo, mas que já ocupa um destacado espaço no agronegócio brasileiro do presente e pinta como grande produtor num futuro breve. E qual a importância da cultura, ao lado do agronegócio? Toda importância. Ao vendermos o agronegócio vai junto o folclore, a arte, a culinária,...

    Leia mais


  • 29 Set2015

    Se eliminarmos o conhecimento científico das atividades do agronegócio, voltaremos à época das trev

    Na semana passada tivemos o Congresso Brasileiro de Marketing Rural e Agronegócio, em São Paulo. Estivemos lá e apresentamos a necessidade que o setor do agronegócio tem em se comunicar e aumentar consideravelmente sua comunicação e seu diálogo com a sociedade urbana, quer dizer, como os ouvintes da Rede Jovem Pan de rádio onde eu comento A Hora do Agronegócio e a Agrossociedade, por exemplo. O segmento dos negócios originados a partir do campo, significa no país cerca de...

    Leia mais


  • 29 Set2015

    O governador Geraldo Alckmin deve estabelecer relações com o MST

    Tenho sido questionado para dar minha opinião aqui na Jovem Pan. Portanto aqui vai: eu acho certo que um governador do estado tenha abertura para conversar com todo e qualquer movimento que seja legalizado. O MST, apesar de suas invasões e métodos do passado, é constituído formal e legalmente, portanto, cabe sim ao governador ter diálogo e comunicação. Alguns acham que como o MST vive das tetas governamentais, e a vaca federal está meio mal de leite, se aproximam na busca de novas...

    Leia mais


  • 28 Set2015

    A Hora do Agronegócio e Agrossociedade - 25 de setembro

    No último dia 23, integrantes do MST invadiram e quebraram vidros, a porta do Ministério da Agricultura em Brasília, picharam paredes contra o ministério e a ministra Katia Abreu. Marcharam cerca de 1.500 membros do MST pela Esplanada dos Ministérios com palavras de ordem contra o atual modelo que dizem provocar uma destruição ambiental e social no campo. Não tenho mais paciência para demonstrações interessantes dos anos 60 serem conduzidas por líderes incompetentes no século XXI....

    Leia mais


  • 21 Set2015

    Governo, imposto no grão não!

    As tentações dos impostos está voraz no governo. E estudos andam pelo planalto para usarmos no Brasil, o modelo argentino. Mas, infelizmente, não se trata do melhor das coisas argentinas e sim aquilo que pode destruir o que ainda temos de melhor no Brasil. Lá, na Argentina, eles inventaram um imposto sobre os grãos. Chamam de retenciones, cobram 35% sobre os preços das exportações dos grãos. Os burburinhos no planalto brasileiro informam que estudos estão sendo feitos neste senti...

    Leia mais


  • 10 Set2015

    Ministério da Justiça tem 30 dias para se posicionar na demarcação de terras indígenas no MS

    Enquanto a proposta de demarcação de terras indígenas no Mato Grosso do Sul, no pantanal sul matogrossense dorme na burocracia lenta do Ministério da Justiça, índios e produtores rurais se enfrentam e terminam por criar infortúnios para ambas as populações. Propriedades rurais na região do distrito de Bocaja, a 30 km de Dourados, foram invadidas por índios e chegou a haver tiroteio. Este assunto já está nas mãos do Ministério da Justiça desde 2009. E agora o ministro Cardozo...

    Leia mais


  • 10 Set2015

    Ministra da Agricultura sugere incluir diesel na CIDE

    Enquanto na França o primeiro ministro Manuel Valls recebe os produtores e promete a eles “nossa meta é dar novas perspectivas e esperanças aos nossos produtores”, no Brasil, celeiro do planeta, a Ministra Katia Abreu, estranhamente, sugere à Presidente Dilma incluir o óleo diesel no imposto da CIDE  - Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, da mesma forma que a gasolina. Na França os produtores dirigiram seus tratores para Paris, semana passada,  foram 1....

    Leia mais


  • 09 Set2015

    Revolução do agronegócio: profissionais preparados para a gestão de dados

    As novas máquinas agrícolas são cada vez mais inteligentes. Os pulverizadores, plantadeiras, colheitadeiras e tratores vêm com sensores, georeferenciamento, e isso permite ajustes imediatos com respostas em até 3 segundos. Essas novas máquinas inteligentes serão as responsáveis por aumentar a produção de alimentos com diminuição de custos. Foram analisadas 100 dessas máquinas com inteligência artificial, no campo brasileiro, e o que se observa é que não sabemos extrair desse...

    Leia mais


  • 08 Set2015

    Quem vai educar os consumidores?

    Pesquisa realizada pela Peq. Research nos Estados Unidos aponta que apenas 28% da opinião pública considera seguro consumir alimentos geneticamente modificados e produtos que são tratados com defensivos agrícolas. Na mesma proporção, os consumidores acreditam que os cientistas não tem uma clara percepção do que isso possa representar.   Em outras palavras, se a ciência não for educada, será exatamente essa ausência de educação a principal barreira para avanços em campos cr...

    Leia mais


  • 26 Ago2015

    MST invade Fundação ABC e adota péssima estratégia de Marketing

    Outra fazenda utilizada  para pesquisas agronômicas e pecuárias é invadida pelo MST no país. Além da fazenda Figueira, em Londrina, considerada um modelo agropecuário, nesta semana houve a invasão da fazenda Capão Cipó, em Castro, no Paraná. Ligada à Fundação ABC, um local de forte imigração holandesa no passado, e de um cooperativismo exemplar como a Batavo, Frisia, Capal e Castrolanda. O  MST alega ser área de propriedade da união e a Fundação ABC informa realizar pe...

    Leia mais


  • 20 Ago2015

    Alta relevância: integração lavoura, pecuária e florestas

    Temos no Brasil, neste exato momento em andamento, algo genial. Chama-se sistema ILPF, quer dizer, integração lavoura, pecuária e floresta. Para que nossos ouvintes, não do campo, entendam, significa que na mesma área, na mesma fazenda vamos plantar grãos, soja, milho, vamos criar bois, e ainda vamos plantar árvores, tudo junto. A Cocamar, cooperativa de destaque no país, está apoiando e inovando num projeto desses, na região de Presidente Prudente, no estado de São Paulo, ali a...

    Leia mais


  • 19 Ago2015

    A China com moeda desvalorizada: mais competitiva nos manufaturados ou no agronegócio?

    A China é um show de produtividade, em tudo. Sustentabilidade ainda não, mas fazer coisas baratas em escala. Um dragão poderoso. Mas nós importamos alho da China, o alho branco, chinês. O roxo nacional, importamos feijão preto, sim, quem diria, da China. Chega aqui mais barato do que o nosso. E importamos arroz aromático da Índia, limão, banana, maçãs, cacau, borracha. Quero externar uma grave preocupação com o nosso agronegócio. Temos, sim, uma competência no dentro da port...

    Leia mais


  • 18 Ago2015

    A situação econômica piora no 2º semestre: 56,1% dos brasileiros acham isso

    Crises são sempre desconfortáveis, provocam remelexos e uma pesquisa apresentada pela Consultoria Scot, realizada pelo SPC e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas revela que 56,1% dos entrevistados creem que a situação econômica vai piorar no segundo semestre. E o que isso mexe no consumo de alimentos? Dos que estão mais pessimistas, 47,7% dizem que vão consumir menos produtos essenciais. Vão diminuir refeições fora de casa. Pessoal dos restaurantes e food trucks, se ligu...

    Leia mais


  • 14 Ago2015

    O que acontece com os cafés especiais do Brasil

    O Brasil tem cafés especiais extraordinários e em alta qualidade, mas precisamos tomar cuidado com a realidade versus a percepção. Marketing significa arte mental, a percepção deve sempre ser ampla e criar um superávit de foco e priorização, porém se não for acompanhado por um sutil fio umbilical com a realidade, a coisa toda espana, e o que poderia ser uma boa intencionada valorização do café brasileiro pode o tiro sair pela culatra. Na ótima rede social do café, Peabirus -...

    Leia mais


  • 13 Ago2015

    Viva o ovo e o Estado do Espírito Santo, segundo maior produtor de café do país

    O Estado do Espírito Santo tem desenvolvido um agronegócio de qualidade e se transformou no segundo maior produtor de café do país. Após Minas Gerais, em primeiro e acima de São Paulo em terceiro. Nessa sexta-feira estou em Santa Teresa, numa das cooperativas exemplares do país, e desse estado que dá um show de cooperativismo. A Coopeavi, com sede em Santa Maria de Jetiba, cidade nascida de colonização de pomeranos. São, agora, os reis do ovo. O ovo já foi vilão na alimentaç...

    Leia mais


  • 11 Ago2015

    Em um governo novo, o que podemos esperar de revolucionário no agronegócio?

    Precisamos de verdadeiras revoluções, saltos de liberdade e responsabilidade para toda a sociedade brasileira, que hoje vive centralizada e aprisionada. E todo mundo, que nem uma boiada olhando para o Planalto Central. Preste atenção, no campo, para onde um boi está virado toda a boiada fica admirando o mesmo lado. Então a revolução precisará ocorrer com uma guerra aos custos nacionais, uma virada de criatividade, da produtividade e de sustentabilidade. A liberdade virá em facilit...

    Leia mais


  • 07 Ago2015

    Formatura de Tecnólogos de Agricultura de Precisão na Fundação Nishimura

    Nesta sexta feira, 6 de agosto, à noite na cidade de Pompeia, no interior de São Paulo, ocorre a formatura de mais uma turma de tecnólogos em mecanização de agricultura de precisão. Este projeto educacional único no país, é comandado pela Fatec e a Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia. Estes jovens saem preparados para a nova era do agronegócio. Uma era onde a tecnologia de informação, satélites, robótica, eletrônica, drones e uma gestão intensiva, plena de sensores high...

    Leia mais


  • 03 Ago2015

    Os índices de confiança de todos os setores estão baixos no Brasil. E como anda o agronegócio?

    Em meio a uma falência e incompetência da elite dos políticos brasileiros na governança do País, claro que o agronegócio, apesar de estar carregando nas costas o que ainda respira numa economia que vai cair 2% neste ano e continuar enferma em 2016, só poderia, da mesma forma, ver diminuído o seu índice de confiança comparado ao ano passado. Estamos com o mais baixo indicador, 82,8 pontos, desde 2013 quando esse índice de confiança no agronegócio começou a ser levantado pela F...

    Leia mais


  • 31 Jul2015

    O pão nosso de cada dia. A crise anda pegando as padarias

    As padarias são uma verdadeira paixão nacional. O brasileiro não vive sem a sua padaria do coração. Mas elas também andam em depressão. Parece que o clima geral da crise afeta até o pão nosso de cada dia. A ABIP - Associação Brasileira da Indústria da Panificação informa que o ramo, como um todo, perdeu cerca de 10% de faturamento neste primeiro semestre e estão temerosos com o que há por vir no segundo tempo do ano, com algumas padarias tendo quedas superiores a 30% no seu...

    Leia mais


  • 30 Jul2015

    No dia do agricultor uma homenagem para essa valorosa categoria!

    Dia 28 de julho foi o Dia do Agricultor. Vale uma homenagem para essa categoria que com crise ou sem crise não para nunca. A natureza não deixa. Os agricultores não podem fazer greve, pois os ciclos das lavouras e da criação dos animais não permitem. Os agricultores trabalham sem saber quanto irão ganhar. Não são eles que colocam os preços nas suas mercadorias, dependem das bolsas, do consumo, das incertezas de São Pedro, das pragas, doenças.  Os agricultores também não sabe...

    Leia mais


  • 29 Jul2015

    Consumimos 300 milhões de cápsulas de café e pagamos 15 vezes mais caro

    O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. Agora estamos para dar um salto sensacional, um marco histórico no agronegócio do café. Você gosta do café das cápsulas, das máquinas expresso? No Brasil já consumimos 300 milhões de cápsulas de café, ou seja, uma cápsula e meia por habitante. Nessas cápsulas têm 65% de café brasileiro. Mas olha só, são importadas. Então mandamos café para o exterior, lá ele é processado e aí compramos de volta. Sabe qual a...

    Leia mais


  • 28 Jul2015

    O mundo dos pets, cães e gatos, tem crise? Eles impactam o agronegócio?

    Os cães e gatos comem muito, e cada vez melhor. Há uma previsão de termos até 2020 mais de 70 milhões de cães no Brasil, em lares de dolce vita. E mais de 30 milhões de gatos. E essas novas bocas consomem produtos do agronegócio, as rações, raspas de ossos para fazer guloseimas caninas, por exemplo, são subprodutos da bovinocultura. No Brasil o petbusiness já vale mais de sete bilhões de dólares ao ano. E nos Estados Unidos mais de US$ 30 bilhões. As projeções para este ano...

    Leia mais


  • 23 Jul2015

    O Plano Safra do governo quer fazer crescer os pequenos produtores no Brasil

    A intenção é essa, mas pergunto: cadê o dinheiro? No período de janeiro a maio, comparando 2015 com 2014, tivemos 41% a menos de captação de crédito no geral do país, e na soja 79%, ou seja, o dinheiro só está chegando agora nos bancos. Será que vai dar tempo para usar todo esse recurso? O Plano Safra traz R$ 190 bilhões para o setor rural como um todo, e adiciona mais R$ 28,9 bilhões para a “batizada agricultura familiar”, como se fosse possível separar uma da out...

    Leia mais


  • 19 Jun2015

    Está certo produtos como tomate e cebola contarem no peso da inflação brasileira?

    Vamos imaginar que o feijão conte, o arroz, a carne, o leite, o trigo e seus derivados como o pãozinho francês também. São agrossistemas grandes, horizontais e verticais, e com escalabilidade e dispersão geográfica que permitem diminuir os fatores incontroláveis das culturas. Em outras palavras, mesmo não tendo, poderíamos ter planejamentos dessas cadeias produtivas que aumentariam a segurança das ofertas desses produtos. Mas olhem só se não temos uma planificação e um zoneam...

    Leia mais


  • 12 Jun2015

    Brasil: agronegócio olímpico sob condições adversas e sem regras para o fair play

    Agronegócio no Brasil é uma olimpíada disputada a cada ano. Só que sob condições incertas e adversas, nunca dentro de instalações para alta performance, e com regras que promovam o fair play. Saiu o PAP – Plano Agrícola e Pecuário: mais cerca de R$ 30 bilhões no crédito agrícola, porém com aumento de juros – esse é o salto do gato. Safra passada tivemos R$ 156,1 bilhões de crédito agrícola. Safra 2015/2016, teremos R$ 187,7 bi.  Para o custeio teremos mais cr...

    Leia mais


  • 08 Jun2015

    Por que os presidentes nunca sabem?

    Blatter, da Fifa, não sabia. Del Nero, da CBF, não sabia. Dilma não sabe. Lula nunca soube. Entramos numa era global onde “os presidentes nunca sabem”. Você acha isso possível? Se você já presidiu qualquer coisa na vida, desde empresas, sindicatos, condomínios, ou mesmo o clube de várzea do seu bairro, é impossível dizer que você “não sabia”. Você poderia “não querer ver”, para não criar confusões e oposições indesejadas. Dessa forma, como...

    Leia mais


  • 22 Mai2015

    China dá reflexos positivos na pecuária brasileira

    Com a proteína animal, viaja junto a energia do milho e a proteína vegetal da soja. O primeiro ministro chinês Li Kegiang chega ao Brasil acompanhado de 150 empresários. E carne é um objetivo, com a assinatura de um protocolo sanitário para agilizar negócios. Na China consomem mais frangos e suínos, mas sua população de 1,3 bilhão permite visualizar vendas brasileiras de US$ 1 bilhão. E em frangos e suínos crescer 20%. Com a abertura do mercado chinês para o Brasil, apesar dos...

    Leia mais


  • 20 Mai2015

    La Donna é Mobile - os governos infláveis e não confiáveis

    Crise, ora a crise. Essa é a hora dos que tem dinheiro comprar barato dos que perderam dinheiro. O setor sucroalcooleiro brasileiro foi depenado pelo governo, na sua ambição político partidária da perpetuação no poder. Aliás, vale dizer que o único partido que nos interessaria seria o Partido do Brasil, e esse é o que menos conta nas contas de quem faz as contas, pela ótica das facções dos partidos e suas subfacções. Assim, como o Estadão revelou sobre os contratos da CBF, bili...

    Leia mais


  • 30 Abr2015

    Quase o dobro do arroz produzido só com a metade da água na irrigação

    Uma revolução, um exemplo do novo agronegócio de sustentabilidade intensiva. Vamos tratar da nova agropecuária, do novo agronegócio, esse que já está em transformação, disruptivo, inovador e que nos leva ao futuro. Tem gente fazendo coisas geniais que serão, em não mais do que três a cinco anos, a moda geral desse novo agronegócio de sustentabilidade intensiva. Os conhecimentos estão disponíveis no que existe: é gente, pessoas especiais que pegam e fazem. Um exemplo sensacion...

    Leia mais


  • 06 Abr2015

    Onças protegidas nos canaviais de São Paulo

    Pode parecer história de 1º de abril, mas é verdade. As onças estão reaparecendo no Brasil, e nos canaviais. Com o fim da queima da cana nas colheitas, uma fauna passou a conviver nos canaviais, e o predador máximo da cadeia alimentar também, a onça pintada. O Instituto Chico Mendes, de conservação da biodiversidade, a FMC e a Unica estabeleceram uma parceria chamado Cna Conviver, Protegendo a Biodiversidade. A onça parda é um dos felinos que estava na lista de extinção, devido...

    Leia mais


  • 02 Abr2015

    Agronegócio: salvação da lavoura?

    Nos últimos dias algumas mídias trataram da salvação da lavoura, o agronegócio e a colheita da soja, que teve seu início oficial sábado passado, em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul. Só o agronegócio cresce neste ano, no país, o resto vai de ré. Mas ficam os desafios, os ganhos do agronegócio deveriam ter sido investidos na infraestrutura do agronegócio, para viabilizar o enfrentamento dos ciclos de menores preços das commodities. E, também, neste domingo, na cidade de Ipameri...

    Leia mais


  • 24 Mar2015

    Crise hídrica afeta os preços do peixe no país que tem a maior reserva de água doce do planeta

    Na Páscoa os peixes estarão mais caros. Peixe também é agronegócio, só aqui no Brasil que inventaram um Ministério da Pesca e Aquicultura, cujo atual ministro é o Helder Barbalho, filho do senador Jader Barbalho, do Pará; foi prefeito de Ananindeua. Mas o tema é o preço do peixe. Em média 10,2% mais caro, conforme levantamento da Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). A merluza, o maior aumento – 24,5% – nos últimos 12 meses. Em segundo l...

    Leia mais


  • 19 Mar2015

    Crise hídrica afeta produção de hortaliças

    A crise hídrica já implica em diminuição da produção de hortaliças e legumes. A produção quebrou em 30%, e em 50% segundo os membros da Associação dos Produtores e Distribuidores de Hortifrútis do Estado de São Paulo (Aphortesp), que estão reduzindo as áreas. As bombas de irrigação chegaram a ser lacradas. Uma reunião do setor agrícola com a Apas (Associação Paulista de Supermercados) foi feita para avaliar a crise, pois não está sendo possível entregar para atender a...

    Leia mais


  • 05 Mar2015

    Pra não dizer que não falamos das flores, dia 8, Dia Internacional da Mulher

    O setor das flores estima que a crise na economia deverá representar uma queda de cerca de 15% na venda de flores para o Dia Internacional da Mulher, no próximo dia 8 de março, comparado a 2014.  E quais são as flores preferidas pelas mulheres no seu dia? São as eternas rosas. Em buquês de seis a 12 botões, valor médio de R$ 55,00. O setor das flores no Brasil vem se desenvolvendo positivamente, sendo a Holambra uma cooperativa exemplar no segmento. Neste ano, também as alteraçõe...

    Leia mais


  • 27 Fev2015

    Terras brasileiras e gestão de estrangeiros, qual o tamanho da coisa?

    Terras agricultáveis viraram ouro no mercado global do agronegócio. Seus preços subiram mais do que qualquer ativo nos últimos 10 anos. Entre 2009 e 2013, a evolução média do preço das terras no Brasil foi de 94%, e muito mais no Centro Oeste, com 131% nesse período de apenas quatro anos. E temos produtores estrangeiros e empresas investindo no Brasil. Para variar, a lentidão das governanças e decisões no Brasil faz parte da nossa cultura histórica. Uma lei de 2012, que oferece...

    Leia mais


  • 09 Fev2015

    Como ficará o agronegócio neste novo governo Dilma?

    As perspectivas são sombrias. E, por isso mesmo, carentes de alertas. O agronegócio em 2014 teve um superávit na balança de pagamentos do Brasil de US$ 80.13 bilhões. Enquanto o déficit da balança brasileiro foi de US$ 3.93 bilhões – o pior desde o ano 2000. E o que temos pela frente?  Na safra 2014/2015 ainda uma perspectiva de manutenção das receitas obtidas no ano passado, mas, ao plantarmos a safra 2015/2016, poderemos estar imersos num custo consideravelmente maior de pr...

    Leia mais


  • 29 Jan2015

    Dilma cria a Feiabras e declara aberta a batalha da comunicação

    Apesar da crise hídrica, da corrupção e acima de tudo do Festival de Incompetência que Assola o Brasil (FEIABRAS), e mesmo com a China planejando crescer apenas 7,1% versus 7,4% em 2014, o agronegócio brasileiro deverá crescer neste ano 3%. Muito acima dos 0,9% em serviços e da queda de 1,9% negativos da indústria. Se isso será suficiente para salvar o país e o governo, não sei, mas ainda está no agronegócio o único farol de algum crescimento no país. Não que o governo não t...

    Leia mais


  • 20 Jan2015

    O velho sonho comunista se realizou: o Brasil virou o maior fornecedor de alimentos para a Rússia

    Quem diria, companheiros? Em meio a uma bruta nova Guerra Fria, onde Arábia Saudita, o maior produtor e exportador de petróleo do mundo, ao lado do aliado Estados Unidos, jogam o preço do petróleo de cálculos iniciais em torno de US$ 100.00 o barril para a casa dos US$ 60. Por um lado é um pega no Irã, segundo especialistas na análise da geoguerra do Oriente Médio, e por outro um pega na Rússia, no Putin e no tema que envolve a Ucrânia. O rombo na economia russa fica em patamares...

    Leia mais


  • 15 Dez2014

    Um panorama mundial da produção de grãos

    Em 2014, os dados mais recentes da FAO, relatório de 11 de dezembro, apontam para um recorde histórico com mais de 2 bilhões e 500 milhões de toneladas de grãos no mundo. São cereais, superando as estimativas, e promovendo uma oferta superior à demanda, oferecendo um percentual elevado de superávit, em torno de 25%, entre oferta versus demanda. Isto termina por ser o reflexo do aumento dos preços dos cereais nos últimos anos, com a consequente ampliação da produção, e uso de te...

    Leia mais


  • 12 Nov2014

    Por que a presidente Dilma nunca fala com os cooperados?

    Metade da safra brasileira passa pelas cooperativas e por que a presidente Dilma nunca fala com os cooperados?  Por José Luiz Tejon Megido, Diretor Vice Presidente de Comunicação do Conselho Cientifico para a Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o núcleo de agronegócio da ESPM, Comentarista da Rede Estadão. Vamos falar sobre a importância do cooperativismo no Brasil: 50% da safra brasileira passa por cooperativas. Metade da safra brasileira é transportada por caminhões de co...

    Leia mais


  • 30 Out2014

    Cutrale e Joseph Safra: os novos reis da banana

    No Carnaval de 1949 Emilinha Borba fazia sucesso com a marchinha “Chiquita bacana lá da Martinica, se veste com uma casca de banana nanica”. E no ano de 1947 era registrada a marca Chiquita para as bananas, de uma empresa, a United Fruits que foi criada no ano de 1863, nos Estados Unidos. Essa empresa pertence agora a Chiquita Brands, a Cutrale Safra. Adquiriram com uma oferta hostil, com um ágio de 33,8%, perante a oferta que outra concorrente, a Fyffes da Irlanda havia feito em...

    Leia mais


  • 15 Set2014

    Agrodependência: uma realidade que exige uma nova consciência

    O Brasil, no acumulado do primeiro semestre teve um déficit na balança de pagamentos de US$ 2,49 bilhões. Se não fosse o agronegócio, esse déficit seria de US$ 43,3 bilhões, e a situação do país estaria insustentável. O agronegócio foi responsável por uma venda de US$ 49,1 bilhões, gerando um saldo positivo na sua conta de US$ 40,8 bilhões.  Neste ano, no cenário econômico do país, só nos resta rezar e esperar por uma venda na casa dos US$ 100 bilhões no agronegócio par...

    Leia mais


  • 09 Set2014

    Boa intenção sem cooperativismo não passa nem da porteira

    Nos planos dos presidenciáveis existem ótimas intenções. Aliás, independente das linhas religiosas, estariam todos “abençoados”, se boa intenção valesse moeda real na pós eleição. Mas falta em todos uma voz muito mais forte a respeito da solução cooperativista.   As realidades, quando queremos prestar atenção nelas, têm o hábito perseverante de revelar, desvendar e ensinar para qualquer plano inteligente de agronegócio, independentemente de tamanho de área,...

    Leia mais


  • 02 Set2014

    Até tu Marina?

    Agronegócio nos momentos pré-eleitorais cai na graça dos presidenciáveis Aécio prometeu criar, se eleito, um superministério do agronegócio para coordenar todos os fatores do antes, dentro, pós-porteira das fazendas e indo até o além das porteiras. O que estaria corretíssimo. Dilma afirma que irá manter o apoio à reforma agrária, demarcação de terras indígenas, mas ser contra invasões e ações em áreas de minifúndios e médios proprietários que estão, há décadas, p...

    Leia mais


  • 10 Jul2014

    O que podemos aprender com a tsunami alemã?

    Dia 8 de julho, uma bomba atômica explodiu o futebol brasileiro (um mês antes da memória das explosões nucleares de Hiroshima e Nagasaki). Não resisti e fiz um artigo, que estou publicando no Portal Exame.com, a respeito da necessária reforma, de estrutura, modelos, lideranças e gestão da coisa. Mas, para o nosso comentário fica aqui a provocação. O que podemos aprender com a tsunami alemã, dos 7x1, em cima da legião estrangeira de brasileiros da nossa Seleção, e um modelo de...

    Leia mais


  • 08 Jul2014

    Brasil e Alemanha: caipirinha ou Schnaps com Underberg?

    No campo da bola, a lei do incerto, do acaso, a sorte ou o azar podem definir um centímetro a mais para o lado de dentro das traves, dá em gol, para o lado de fora da trave, dá rebatida. E sem o Neymar, que nos sobre a liderança invisível da equipe toda. Mas no agronegócio, a Alemanha dá outro show internacional. O terceiro maior país do mundo na exportação de alimentos, perdendo para Estados Unidos e Holanda. E nós estamos ali, na disputa pelo terceiro lugar, sendo os 4º maiores...

    Leia mais


  • 04 Jul2014

    No campo do futebol quem ganha? Brasil ou Colômbia? E no campo do café?

    O Brasil é o campeão mundial de produção de café. Mas no mundo o café mais conhecido e valorizado é o Café da Colômbia. E isso se deve a décadas de investimentos colombianos em café de qualidade, e na criação de um personagem: o Juan Valdez, um Pelé do Café.   Juan Valdez simboliza um típico produtor de café das montanhas da Colômbia. E ele é de verdade. É um cafeicultor escolhido dentre milhares de famílias, são mais de 400 mil. A partir da sua escolha, Juan Valdez...

    Leia mais


  • 27 Jun2014

    Tomate cru e feira da fruta: a nova linguagem da democracia brasileira

    A galera no poder da voz que ecoa o anonimato de segmentos "das ruas”, passou a mandar palavrão, xingamento e porrada virtual e ovacional pra cima da Presidenta. Tá certo que D. Dilma tem casca grossa, dá suas belas patadas na própria equipe, tem também a coisa da decadência global da classe política, mudanças sociais e o reino do marketing na ampliação de sonhos, vontades, desejos humanos. Mas a representante do povo brasileiro eleita em legítima democracia, ao contrário dos...

    Leia mais


  • 19 Jun2014

    Holanda: maior exportadora de alimentos do mundo

    Sucesso na Copa do futebol foi a Holanda, dando de 5 X 1 na campeã do mundo Espanha e de virada venceu a Austrália por 3 x 2. E no agronegócio a Holanda é a segunda maior exportadora de alimentos do mundo. Fica somente atrás dos Estados Unidos, e ainda na frente do Brasil, vendendo cerca de 76 bilhões de euros por ano.   Holanda tem apenas 33.800 quilômetros quadrados de território com 17 milhões de habitantes. Na logística dá um show com o porto de Roterdã, 40 km de porto, o...

    Leia mais


  • 03 Jun2014

    Brasil cria a IBA: Indústria Brasileira de Árvores

    Setor representa 6% do PIB industrial do país com R$ 59 bilhões de receita, mais de 3% das exportações e gera 4,5 milhões de empregos. Enquanto o tema mobilidade urbana pega nas cidades, saibam também que Agromobilidade começa a pegar com movimento de colheitadeiras, tratores e máquinas agrícolas pelas estradas e cidades do interior. Quero tratar de um ângulo pouco trabalhado e que cresce e crescerá cada vez mais: a indústria das árvores plantadas. Foi criada no Brasil a IBA:...

    Leia mais


  • 17 Abr2014

    Feliz Páscoa e viva o cacau premiado de Linhares, no Espírito Santo

    Feliz Páscoa! Chocolate é agronegócio, vem do cacau e tem gente que diz que em 2020 teremos cada vez menos cacau de verdade no chocolate, pois a produção no campo não acompanha o crescimento imenso dos chocólatras pelo planeta afora. No Brasil, em 40 anos, aumentamos o consumo em cerca de dez vezes. A Índia e a China, que não apareciam nas estatísticas, dobraram o tamanho do mercado em apenas uma década. Entretanto, a produção mundial do grão diminuiu 3.7% na safra 2012/2013,...

    Leia mais


  • 11 Abr2014

    Frutas e verduras melhoram a longevidade do homem e quem os produz?

    Pesquisas revelam que comer frutas e verduras melhora em 42% a longevidade da vida, diminui a chance de câncer e ataques cardíacos, além de contribuir para a diminuição de peso. Uma chamada dieta do homem da idade da pedra, 2 + 5, quer dizer duas porções de frutas e mais cinco de verduras ao dia, faz um enorme bem para a saúde humana e, quem são esses produtores de hortifruti no Brasil? A propriedade média é de 10 hectares e o grosso da produção encontra-se ao largo das grandes...

    Leia mais


  • 18 Mar2014

    Lagartas "comem tudo" substituídas por vespinhas

    Estive no sábado passado (8/3) em Rosário. Fica no novo oeste da Bahia onde soja, milho e algodão dominam o horizonte de um chapadão, uma planície que lembra o meio oeste dos Estados Unidos, era a Agrorosário. Um dia de campo com produtores e tecnologia. Rosário fica a 350 km de Brasília e a 200 km de Luís Eduardo Magalhães. A seca no Brasil e as chuvas no Mato Grosso já impactam os preços das commodities no mundo todo. Nas últimas semanas, em Chicago, a soja subiu 5,02% e o mi...

    Leia mais


  • 26 Set2013

    O "NÓ DO BAMBU" DO AGRONEGÓCIO ESTÁ NA GOVERNANÇA DAS REDES SOCIAIS

    O mundo mudou, muda e não para de mudar. A nova era da comunicação significa uma ruptura nos antigos papéis da representatividade, da liderança e no poder dos emissores frente aos mudos e anônimos receptores, da eterna fórmula de Marshall McLuhan.  Na era da mídia estática, o “meio era a mensagem” e o “feedback” vinha acompanhado de um “delay” no mesmo ritmo do julgamento do “mensalão”, quer dizer, muito mais “back” do qu...

    Leia mais


  • 31 Jul2013

    O DIA QUE OS PRODUTORES DECIDIRAM PARAR

    A princípio muitos não acreditaram e outros ainda, que achavam que comida, bebida, energia, fibras, borracha e mesmo as pitadas do cigarrinho vinham das fábricas, não deram muita importância ao fato. Mas logo nos primeiros dois dias seguintes, a escassez já começava a aparecer, pois os mais informados correram para criar estoques especiais em suas casas, e outros alugaram galpões para lucrar no inevitável mercado da escassez que tomaria conta do planeta nos próximos meses tenebrosos....

    Leia mais


  • 06 Mai2013

    Coisas estranhas nas demarcações de terras indígenas

      Quando uma reforma agrária da época do governo Getúlio Vargas, com documentação legalizada, se transforma num objetivo de demarcação como terra indígena, a coisa parece que desandou. Entrevistei o Diretor de Relações Institucionais da Federação de Agricultura do Mato Grosso do Sul, Rogerio Beretta, que expôs um trâmite no mínimo curioso, senão estranho, na questão da demarcação de terras indígenas. Eu sempre pensei que a questão estivesse em aberto em terras não le...

    Leia mais


  • 30 Nov2012

    PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO AGRONEGÓCIO NOS PRÓXIMOS 10 ANOS

    Sob a inspiração de dois admiráveis líderes do setor no Brasil, os ex-ministros Alysson Paolinelli e Roberto Rodrigues, participamos do Centro Oeste Tempo 3, em Brasília, em novembro. O evento teve como foco o planejamento estratégico do desenvolvimento sustentável do agronegócio para os próximos 10 anos. Presentes nas apresentações Maurício Lopes, presidente da Embrapa; phd Antônio Licio; Marcelo Dourado, superintendente da Sudeco; senador Rodrigo Rollemberg; Rodrigo Mesquita,...

    Leia mais


  • 21 Mai2012

    CONSELHO CIENTÍFICO PARA A AGRICULTURA SUSTENTÁVEL ? UMA INOVAÇÃO: O AGROCONHECIMENTO

    Quanto custaria para reunir talentos tão diversos quanto doutores da Embrapa, de Universidades como ESALQ, USP, Viçosa, Lavras, ESPM, FGV, Especialistas em áreas distintas como o setor sucro alcooleiro, grãos, plantio direto, hortifrutis, carnes, orgânicos. Talentos com know how em economia, marketing, legislação, química, administração, comunicação, redes sociais. Acadêmicos e executivos com experiência em orgãos do governo, em corporações privadas, com bagagem internacional;...

    Leia mais


  • 14 Mai2012

    CÓDIGO FLORESTAL

    Chega de debate sobre o código florestal. Bom senso é concentrar o melhor das energias e do conhecimento agrotropical brasileiro no pós-sancionamento da lei aprovada na câmara federal. Os agricultores que plantaram dentro da lei e das orientações agronômicas de suas épocas não podem ser chamados de desmatadores, e nem, de torturadores com a alcunha de “anistiados”! O agronegócio comercial brasileiro é como regra preocupado com os aspectos ambientais e sociais, pois est...

    Leia mais


  • 19 Jan2012

    TEMPESTADE EM COPO DE LARANJA

    Começamos o ano com a ameaça de termos parte da produção do suco cítrico brasileiro proibido de ingressar nos Estados Unidos. Trata-se, neste caso, de uma “ tempestade em copo de laranja “. Primeiro que os Estados Unidos, representa 15% do consumo brasileiro. 85% da nossa produção vai para outros mercados. Do ponto de vista da segurança alimentar, a produção brasileira segue os rígidos padrões internacionais e atuamos dentro da lei. Tanto internacional, como local. O fu...

    Leia mais


  • 19 Jan2012

    OS 7 DESAFIOS DO AGRIBUSINESS ? A jornada dos próximos 10 anos.

    Com muito mais sensores sendo inventados e usados no mundo, passamos a auscultar, medir e saber coisas que ignorávamos. Mais rastreabilidade, mais análise sensorial, lá vamos no agribusiness com  um dos desafios dentre os sete, de significativa importância e predominância: O REINO DE AVATAR. Uma geração de clientes e de consumidores cada vez mais sensíveis e sensibilizados pelas informações da sustentabilidade em todos os níveis. Uma industria de bebidas manda analisar os lotes de...

    Leia mais


  • 06 Jan2012

    O QUE OS CONSUMIDORES PENSAM DE AGRICULTORES E VICE VERSA?

    A Basf encomendou uma pesquisa para a Synovate ( Alemanha ), sobre aspectos da percepção que os produtores rurais tem de questões do consumidor e destes com os agricultores. A pesquisa foi feita em 6 paises : França, Espanha, Canadá, Estados Unidos, India e Brasil. As visões são muito interessantes, por exemplo as principais conclusões gerais do estudo : A maioria considera a agricultura uma vocação. Assegurar o suprimento de alimentos no mundo é o maior desafio. Os produtores levam...

    Leia mais


  • 22 Out2011

    A MULTIPLICAÇÃO DAS EXIGÊNCIAS, A DIVISÃO DO DESCONFORTO

    A lei Florestal é uma peça perfeita, do ponto de vista ambiental. Mas impraticável sob o ângulo social e economico. A sociedade não irá pagar a conta dos passivos, até a data. Bilhões ja foram investidos no Rio Tiete e ele continua longe de ter qualquer chance de ser ” civilizado “; e no proximo verão pessoas continuarão morrendo nos bueiros entupidos de São Paulo. Imaginem pagar ” app’s ” para algo em torno de 50 milhões de hectares ( cálculos sem pr...

    Leia mais


  • 19 Ago2011

    O GRANDE NEGÓCIO DA CADEIA DO AGRONEGÓCIO É LOCAL

    No último Congresso Brasileiro de Agribusiness (agosto 2011). Mudanças e Paradigmas foram os eixos centrais das proposições sugeridas pela ABAG. Quebrar paradigmas era a proposta e os painéis trataram de avaliar se Energia barata e Alimento barato seriam ainda exeqüíveis no mundo atual. Agronegócio e Sociedade e Agronegócio e Governo foram os demais painéis do dia. O Presidente da BR Foods, José Antonio do Prado Fay, fez uma colocação sutil, mas de alta importância estratégica...

    Leia mais


  • 01 Jun2011

    Há um novo papel para as lideranças evolutivas do agronegócio brasileiro: o que devemos fazer a respeito dos crimes ambientais?

    Como já começamos a tratar antes, há um novo papel para as lideranças sustentáveis e evolutivas do agronegocio... a de assumir compromissos com os expurgos dos predadores escondidos no próprio meio dos agricultores, que geram motivos para prejudicar a imagem do setor, como nos casos das derrubadas de florestas semanas atrás, exatamente no dia da discussão do código florestal em Brasília, ou a pecuarista matadora de onças e pacas em safáris, no pantanal... dia sim dia não noticia r...

    Leia mais


  • 24 Mai2011

    Por que os agricultores não sabem se defender?

    Na capa do Estadão ( 22/5 )  : “ .. Discussão do código florestal eleva desmate “, tem na explicação interior do seu texto todas as pistas, reveladas nas linhas e nas entrelinhas. A probabilidade é de que os promotores desse desmate insensato, que prejudica toda a categoria dos legítimos “ agricultores “ brasileiros sejam tudo, menos produtores rurais de verdade.. O próprio secretário do Meio Ambiente do Mato Grosso,  Sr  Alexander Torres Maia, diz que &ld...

    Leia mais


  • 08 Abr2011

    Preconceitos ligados ao campo estão desaparecendo

    São Paulo - Uma pesquisa inédita realizada pelo núcleo de estudos do agronegócio da Escola Superio de Propaganda e Marketing (ESPM) mostra que os habitantes de grandes centros urbanos têm uma percepção razoável sobre o avanço no interior do Brasil. Mas ainda há muito a ser explorado. "Nos últimos 30 anos, a sociedade urbana mudou muito, e a agrícola também. E elas ainda não se conhecem, mas is...

    Leia mais


Atualizações

Referências

www.agricultura.gov.br

Ministério da Agricultura - Portal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

www.embrapa.gov.br

Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Política de Privacidade | Termos de Uso

2017 © agriculturasustentavel.org.br Imagenet Tecnologia